quinta-feira, 31 de agosto de 2017

PESSOA EM NOVA IORQUE | O excelente jornal da grande maçã conhece Pessoa. Adam Kirsch fala do poeta portugês que melhor percebeu o mundo com notada sabedoria. A devoção do nosso poeta por Walt Whitman é assinalada. A grande poesia é comemorada. Grande Pessoa.
Fonte The New Yorker
Ilustração: Riccardo Vecchio
facebook

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

AINDA A FESTA DA ILUSTRAÇÃOBráulio Amado está no DN de hoje. Recordado que Bráulio foi figura destacada da Festa da Ilustração - Setúbal, com exposições em Setúbal e em Lisboa.
Fonte DN
facebook
DA VIRTUDE DO ARRASO | Olha, mais um a arrasar. Se a moda pega, quem não arrasa tem de fechar a loja. O convencimento é uma coisa muito estúpida, mesmo quando ataca gente que tem coisas para dizer. Não é o caso.
Fonte Expresso
facebook
VÊM AÍ OS MÍSSEIS | Quem convenceu Putin a fazer isto? A extrema-direita que o aplaude? A malta que não suporta turistas? Será que a ideia é acertar nos tuk-tuks? Se esta senhora sabe o que diz, bem podemos sair daqui para fora e depressa. Talvez não. O melhor é assobiarmos para o lado. Aquele cabelinho à Trump não confere à senhora muita credibilidade.
Fonte Sapo
facebook

terça-feira, 29 de agosto de 2017

HUMOR COM HUMOR SE PAGA | Ricardo Araújo Pereira é humorista. Faz humor sem controle. Vive disso e fá-lo muito bem porque é inteligente e bem documentado. Por isso elabora o discurso e manobra os factos como lhe convém de forma a pôr a maior parte possível das pessoas a partir o caco a rir. A discussão sobre assuntos sérios pode ser despertada pelo humor, é certo. Mas a discussão mesmo, mesmo séria tem de abrir caminhos, e não acabar em piadas de gosto duvidoso. Dito isto... É o que tenho a dizer. Divirtam-se.
facebook

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

A REGRA E A EXCEPÇÃO | É verdade que se instalou por aí uma grande balbúrdia. De tal maneira que até levou gente que habitualmente usa poucas parvoíces a abusar deste néctar. Do meio do rebuliço saltou a Fernanda Câncio com este texto. Fico aqui, ao lado dela, a assistir ao que por aí vai. Que já enjoa. Muito.
Fonte DN
facebook

sábado, 26 de agosto de 2017

O ROBERTO | Conheci-o porque fez a fotografia para a capa do disco Galinhas do Mato, de José Afonso. O design desse trabalho foi assinado por Alberto Lopes, que participou na exposição "Mas quem Vencer essa meta, que diga se a linha é recta", na Casa Da Cultura | Setúbal. Exposição que mostrou o design na obra de José Afonso. Conheci o Roberto e chegámos a fazer trabalhos juntos. Agora há muito que não o vejo. É por isso que fiquei agradavelmente surpreendido com esta entrevista. E muito contente também. O Roberto Santandreu está no rol dos artistas a expôr na galeria da Casa da Cultura. As histórias que ele tem para contar. Nem queiram saber...
Fonte DN
facebook

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

EDUARDO PRADO COELHO | Já cá não anda há 10 anos. Um grande senhor. Gostava dele. Existiu para gostar muito do que gostava e para detestar o detestável. Viveu para pensar. Viveu. Saudade.
Fonte Caliban
facebook


HÁ MAIS ELVIS PARA ALÉM DO PRESLEY | Como Elvis Costello faz hoje 63 anos, partilho aqui esta partilha que fez do palco com Chet Baker. Requinte, é o que é. Parabéns, senhor Elvis Costello.
facebook

quinta-feira, 24 de agosto de 2017



ABRIU A CAÇA AO MAMUTEAs campanhas para as autárquicas não são como as outras. Exércitos de trogloditas saem dos buracos onde se agrupam e comentam bola e outros assuntos de relevante interesse. Propagandeiam-se em cartazes humorísticos, exibem cantores inaudíveis e atiram a matar com declarações assassinas. É o caso desta cobaia que Passos Coelho largou em Loures. O homem veio defender a pena de morte para casos extremos. Mas isso não é o que defendem todos os defensores da pena capital? Havia de ser por um estalo na cara? Ah, pois, enganaram-se muitas vezes? A sentença foi ditada pela vontade de matar quem é de outra “raça”? Paciência. É a vida. Ou por outra: é a morte. 
O retrocesso civilizacional é proposta eleitoral de um PPD/PSD acorrentado à extrema-direita. Passos sugere a pobreza como um objectivo de vida a atingir. Há gente no seu partido que anda de rédea solta, muito entusiasmada com esta deriva extremista. Ainda os veremos declarar a abertura da caça aos mamutes. Poderá ser um meio de subsistência. Armai-vos e ide.
facebook

quarta-feira, 23 de agosto de 2017


RAPAZES PARA AQUELE LADO, MENINAS PARA ESTE 
Vá, assim mesmo. Cada um com o seu passatempo. Os rapazes aventureiros e corajosos, as meninas apenas princesas. Estamos perante um "educativo" manual escolar. A última edição desta anormalidade ainda lá tinha isto escarrapachado. E isto é tão mau que até pode dar para soltarmos umas gargalhadas, mas acima de tudo a gente pasma: como foi possível esta coisa ter passado por aprovação superior? Como?
facebook
DESIGN DE COMUNICAÇÃO | Da série Grandes Capas. TIME
facebook

terça-feira, 22 de agosto de 2017



MACHISMO E SOPAS DEPOIS DE ALMOÇO | Sobre a estúpida discussão que anima por aí muita gente, só tenho a apresentar este comentário: se Chico Buarque é machista e sexista vou ali e já venho.
Era só.
facebook

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

TERRORISMO E PAUS DE FÓSFOROS | Terrorismo é violência. Propaga o medo. Os incêndios que destroem património e matam pessoas são terrorismo. Não será bem a mesma coisa, mas não está longe. Ao terrorismo internacional é a fé que o move. A fé e a vontade de triunfar na economia. Este é mais caseiro. Mas também é a parvoíce e o negócio que o faz existir. Talvez fosse útil saber-se quem anda com o fósforo na mão e perceber-se quando o tira da caixa. Mas isto é já na fase do caso de polícia. A prevenção é fundamental. Os estudos existem. A discussão que lhes deu luz foi feita. As regras estão estabelecidas. Apliquem-se. Andamos a dizer isto há anos.
facebook
O HUMOR É UMA COISA MUITO SÉRIA | "Dick Gregory, um contador de verdades, um comediante que nos fazia cair de riso", É a actriz Woophi Goldberg que o diz. Mas falou também na sua luta pelos direitos humanos.
Há diferenças. Uma coisa é o humor de Jerry Lewis — despregado de regras, mas alinhado na piada comum —, outra é que fizeram outros humoristas, menos badalados deste lado, mas muito importantes para o despertar de consciências. Cabemos cá todos, é o que quero dizer, mas há sempre uns que preferimos a outros para companhia. É o que parece dizer Woophi Goldberg.
FONTE TSF
facebook

domingo, 20 de agosto de 2017

JERRY LEWIS | A malta passa a infância a divertir-se com esta malta. Depois aparece outra malta a fazer coisas para a malta rir e a malta ri. Mas a malta nunca esquece a malta que fez rir a malta enquanto a malta crescia. A malta partiu-se a rir com esta malta. Obrigado, Jerry, por tudo o que fizeste pela malta. 
facebook
DE NÃO SABER O QUE ME ESPERA | A frase pertence a José Afonso. Escolhi-a para dar uma achega metafórica aos trabalhos que Rui Cardoso vai instalar na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. São trabalhos recentes, mostrados passado muito tempo sobre as últimas revelações estéticas do artista. São interrogações. Improvisações, como no jazz. Anda aqui uma liberdade interrogativa que perturba, mas adiciona novos saberes. A procura é bem vinda. Nada fica esclarecido, mas tudo contribui para um estimulante debate. Rui Cardoso partilha da opinião de Picasso: se sabemos exactamente o que vamos fazer, para quê fazê-lo?
Veremos o que nos espera, no próximo dia 9 de setembro.

DE NÃO SABER O QUE ME ESPERA

Pintura | Rui Cardoso 
Galeria da Casa Da Cultura | Setúbal 
Abertura: 9 de setembro | 22 horas 
9 de setembro a 5 de outubro | 2017
facebook
DER TERRORIST | O José Simões foi até ao JN dizer como passava as férias em tempos passados. Livre e inteligente como sempre. 
http://derterrorist.blogs.sapo.pt/
facebook

sábado, 19 de agosto de 2017


DESIGN DE COMUNICAÇÃO
 | Da série Grandes Capas.  The New Yorker.
Ilustração: David Plunkert’s “Blowhard”
facebook
RATOS DE NAVIO EM DIFICULDADES | O navio abre grandes fissuras. Já muitos ratos foram borda fora. Agora é vê-los à bolina, em grandes rasgos contra a ratazana que ainda ficou a boiar nas tábuas, à mercê da maré. É bom que assim seja. Que sejam os mais apetrechados a largar a embarcação. Fica ao leme o mais idiota. Um dia ficará só. Era a isto que Rob Riemen se referia quando escreveu O Eterno Retorno do Fascismo. Só pode. O fascismo é assim: vai e vem, conforme as amarras. Oxalá se afundem, a bem da decência.
facebook

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

A MORTE SAIU À RUA | Morrem 13 pessoas e ficam feridas 80. Dramático. "Estado islâmico" reinvidica autoria. Estes casos sugerem maior prevenção, mas não podem anular a nossa liberdade. Este combate tem de ser comunitário. Exige debate. É preciso perceber as origens. Isto tem trabalho de investigação e é para isso que a polícia deve servir. A limitação de circulação não é solução, é estimulo. Estes filhos da puta estão dispostos a tudo. O perigo é constante.
Fonte Expresso
facebook

terça-feira, 15 de agosto de 2017

INTRODUÇÃO À POLÍTICA | A cantadeira Ágata é candidata a uma autarquia pelo CDS/PP. Em declarações ao jornal i revela que seria candidata por quem quer que fosse. E adianta que não ouve Cristas nem quem se lhe assemelhe. Política? Zero.
Provavelmente o CDS/PP não é um partido político, mas sim uma agência de artistas de variedades. Está certo.

facebook
AND THE SHOW MUST GO ON | Esta criatura transforma tudo em concurso televisivo. Tudo é espectáculo. Não gostou das agressões praticadas pelos nazis, mas não condenou os nazis. Dava mais jeito que fossem emigrantes hispânicos ou muçulmanos a participar no concurso "quem quer ser o maior filho-da-puta", não é verdade? Mas não foram. Foram os seus apoiantes. A malta lá da terra não achou graça às desculpas do júri do concurso, e lá teve de vir o presidente do júri dizer mais coisas. Mais declarações de júri de concurso apalermado. Entretanto, de braços cruzados, em pose mussuliniana, ameaçou a ridícula mas perigosa figurinha coreana. Dois loucos querem convencer-nos de que o mundo entrou num concurso em que as regras são ditadas por eles. Mais recentemente, em pose de cantor romântico em desempenho fatalista, o homem da belíssima cabeleira loura anunciou mais uma possível prestação televisiva na Venezuela. Não percebemos se quer estender o concurso à Hungria, ou à Turquia, mas provavelmente não. Não é o seu target. Os ocupantes daquela casa há muito que a transformaram numa esquadra de polícia, mas este comissário é o mais perigoso que nos habita a memória. É que parece parvo. A vaidade excessiva, aliada à desprevenida ignorância, dá em irresponsabilidade grosseira. Parecem parvos, mas o pior é que são perigosos. Muito perigosos.
Fonte Público
facebook

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O CRIADOR E A CRIATURA | Pelo que se tem visto por aí, nas pré-autárquicas, as criaturas andam a chegar-se à frente contra os criadores. Passos resolveu assumir o papel de líder da extrema-direita, não fosse o diabo tecê-las. Para o presidente do PPD/PSD o mundo não pode ser para todos. E Portugal muito menos.
facebook

domingo, 13 de agosto de 2017


AGOSTO A GOSTO | Outra bonita conversa de Agosto no DN. Ben Harper, em entrevista a César Avó, revela entusiasmado apreço pela obra de José Afonso. Numa arrumação de registos musicais gostaria de ficar ao lado do nosso Zeca. Admiração? Nada disso. São muitos os músicos do mundo que sentem a influência de José Afonso. A simpatia de Ben Harper é bem vinda, num tempo em que a irritante música de mercados e feiras invade os palanques. Ben Harper vai ocupar o palco do Coliseu dos Recreios na próxima quinta-feira, dia 17.
facebook
AGOSTO A GOSTO | António Mega Ferreira refere a viagem como assunto literário. A literatura interpreta e recria a vida. Melhora tudo. Neste terrível mês de Agosto, em que por um lado tudo arde, ou por outro é festa bimba, estas entrevistas que os jornais em boa hora tornaram em boas páginas são refresco que nos polvilha o verão. A linhas tantas Isabel Lucas pergunta: Qual foi a sua primeira viagem?
"Acho que foi em 68 ou 69, com quatro amigos de Sintra, num velho Ford Mercury de 1946. Fomos do Cabo da Roca ao Cape North, na Noruega. Foi no Verão, atravessámos a Europa e durou uns dois meses e meio. Tínhamos 19, 20 anos. Deu-nos uma pluralidade de visões das coisas. Fui então pela primeira a Paris. Retive o calor e lembro-me de ter ido ver o Teorema, de Pasolini. Era um filme que não podia ser visto em Portugal e, se passasse, passaria retalhadíssimo como passou o Blow-up, de Antonioni".
António Mega Ferreira vai estar em Setembro na Casa Da Cultura | Setúbal, no regresso dos encontros Muito cá de casa. Teremos oportunidade de falar de viagens, de literatura, da vida em estado vivo.
Bom domingo.

Fonte Público
facebook

sábado, 12 de agosto de 2017

AGOSTO A GOSTO | Este mês tem destas coisas: a foleirada abunda, mas os jornais estão mais saudáveis. As entrevistas que por aí têm sido publicadas são antídotos contra o lixo televisivo que adoptou como grandes escolhas as repugnantes festarolas de verão, minadas de cantores de ritmo manhoso. Nos jornais têm sido publicadas grandes entrevistas. Francisco Vale falou com João Céu e Silva, em entrevista para o DN. Edita porque quer mostrar o melhor que é escrito. É só por isso que nunca editaria escritores manhosos literariamente sem ponta por onde se lhes pegue. Os escritores a sério "são capazes de tocar no fogo sem medo de se queimarem, causam estranheza, abalam certezas e escrevem livros de que saímos diferentes do que éramos". São estes escritores que nos interessam. São estes editores que nos ajudam a não frequentar a mediocridade vigente. Siga a conversa.
facebook

sábado, 5 de agosto de 2017

SILLY SEASONGeralmente este tempo tonto tem prolongamento. Ultimamente foi reforçado o calendário da tontice desde que o gajo que está na Casa Branca é quem é. Nunca com agora, este tempo de folga na política séria e de empolgamento do irreal, durou todo o tempo do ano. Pelo sim pelo não vou fazer tonterias no alura habitualmente programada. Continuo a achar que há alturas para tudo. Há coisas em que sou muito conservador. E não, não estou preocupado com escolhas de leituras nem de audições. Não sugiro nada. Nada de proselitismos. Era o que faltava. Ar, sol, petiscos e o que for soará. O que vier à rede é fixe. Até já.
facebook

sexta-feira, 4 de agosto de 2017



TUA CANTIGA | Temer continua a alinhar a canalha à sua volta. Vai continuar as reformas, assegura. Que é como quem diz: eliminar tudo o que avançou contra a miséria extrema. Que se lixe Temer. Fiquemos com o que vale a pena ouvir vindo do Brasil. Chico Buarque está aí com novo trabalho. Sai para as lojas no fim do mês. Aqui vai a primeira cantiga revelada. As "Caravanas" estão a chegar. 
facebook

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CORTO | "O marinheiro que nunca perdeu as graças do mar desfaz-se aqui em fragmentos de cor, de branco e sombras. Diviso o que podem ser duas mulheres, mas não tenho a certeza. Corto abriu mares, desfez cores e certezas, no meio de senhores da guerra, aves literatas, miseráveis e milionários, loucos da mais diversa espécie, mulheres fatais, dançarinos e poetas. Gente atravessada pelo riso e pelo drama. Gente que desenha à navalha o humano. No seu corpo-destino". [João Paulo Cotrim].
Fonte Hoje Macau
facebook
ÉTICA E ESTÉTICA | Pois é, o mundo está a ficar com cores estranhas e com demasiados cortinados e berloques. Isto anda tudo muito pindérico. Esta conversa com Souto Moura não é nada disso. É o mundo sem enfeites ridículos nem ignorância primitiva a armar ao pingarelho. A ignorância é sempre muito atrevida. Boa leitura. Bom dia.
Fonte DN
facebook

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

ZECA l O Alex hoje desenhou o Zeca. Retrato excelente, como todos os outros que nos vai fornecendo. O ZECA faria hoje anos. E a malta continua a comemorar o privilégio de ele ter existido. As figuras que o Alex desenha estão inscritas nessa colectividade que aloja os imortais. Obrigado, Alex Gozblau.
facebook
INTEMPORAL SAUDADE | Tanto tempo depois... Tanta memória viva.
facebook

terça-feira, 1 de agosto de 2017

O MAL E A ESCARAMUÇA | O irrequieto Scaramucci foi corrido. Não aqueceu o lugar. Estava nas trombas. Uma grande quantidade de gente já se pôs ao fresco. Uns por alarvidade, outros por não quererem estar ali. Trump bate todos os recordes de inabilidade política e indecoro. Já não há maneira de descer mais baixo. Ou haverá? O que mais irá acontecer?
Fonte RTP
facebook
+