segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

A DOR DÓI, O BOI MUGE | Ricardo Guerreiro Campos é o próximo artista a experimentar as paredes da galeria da Casa da Cultura | Setúbal. O trabalho do Ricardo merece atenção. Esta exposição merece a vossa atenção. Toda. Abre sábado. Convidados.
facebook 
ANA VIEIRA | Morreu a artista visual Ana Vieira. A obra fica, é certo. Mas fica por aqui. Muito obrigado, Ana Vieira.
facebook 

sábado, 27 de fevereiro de 2016

DESIGN DE COMUNICAÇÃONão gosto do cartaz do Bloco de Esquerda que assume a existência de um Cristo redentor. Disse-o aqui porquê: não sou cristão, nem religioso sequer. Não me incomoda, nunca me incomodou, a crítica às igrejas e às crendices. As igrejas e as crendices tentam fazer das suas sempre que podem. Incomoda-me sim a inoportunidade da "mensagem" do referido cartaz, quando já não adianta nem atrasa nada. Não havia necessidade. E defendo a crítica sempre. Mas criticar tem preceito. O preceito que as regras da eficácia da mensagem ditam. Este caso deu em grande rebuliço retórico. Os cristãos são uns pimpões para tentarem impedir as atitudes dos outros. As criticas que por aí andam satisfazem esses ditâmes. O CDS-PP, por exemplo, pela voz do ex-ministro da insensibilidade social, diz que o cartaz "é ofensa gratuita à sensibilidade de muitos portugueses". Não concordo. E concordo com quase tudo o que ofende o CDS-PP. Assunto encerrado, pela parte que me toca
facebook 
HELENA VASCONCELOS MUITO CÁ DE CASA | Na próxima sexta-feira, dia 4 de Março, vamos receber a escritora Helena Vasconcelos. Vamos falar com ela sobre o seu primeiro romance. Para a conversa vamos contar com a participação de Alice Brito e Rosa Azevedo. Já que estamos com a mão na massa, aqui vai um excerto do texto que Miguel Real escreveu sobre este livro no Jornal de Letras:


«Deste modo, Helena Vasconcelos sai vitoriosa da sua primeira incursão pelo romance. Com efeito, se Não Há Tantos Homens Ricos como Mulheres Bonitas que os Mereçam pode não ser uma obra-prima, está muito, muito longe de conter os “defeitos” de uma primeira obra. É, sem dúvida, uma obra de maturidade pessoal exprimindo a síntese conclusiva do pensamento de uma vida ligada à literatura e ao ensaio, privilegiando um fim de vida liberto mas sereno, despreconceituado mas sem alarde ou ostentação.»

E pronto. Agora é só contar com a vossa presença. 

facebook 

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

CRISTO NÃO ERA FILHO DA MÃE | Não sou cristão. Não sou religioso. Não quero saber das crenças de cada um para nada. Mas não suporto quem não me suporta por não ter crença, nem quem não suporta as crenças dos outros porque não têm as crenças deles. Os fundamentalismos são repugnantes. Resvala-me na couraça da indiferença a agressão que possa causar a crentes convictos e ofendidos a campanha do Bloco de Esquerda. Mas, depois de tudo aprovado e aplicado na Assembleia da República, para quê levantar tanta polémica com um cartaz manhoso? Vivemos num país laico. Não despertem nos adeptos de fantasias desejos de vingança. As fantasias são para viver em privado ou lá uns com os outros. As vidas das pessoas e os seus direitos estão acima dessas parvoíces e das parvoíces que reagem às parvoíces. 
facebook 
DDLX 12 ANOS | Refizemos o nosso sítio neste aniversário. Vamos actualizá-lo com frequência semanal. Todos os nossos trabalhos vão passar a figurar aqui na montra. Espreitem: www.ddlx.pt

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

DDLX 12 ANOS | E pronto. A exposição do João de Azevedo está instalada. Isto ficou lindíssimo, só vos digo. Aqui fica um cheirinho. Também já temos o jornal da mostra impresso e à vossa disposição. O Eugénio Fidalgo, do Restaurante Fidalgo, assegura os beberes. O resto só visto. Cá vos esperamos. Até já.
facebook 


quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016


O QUE EU ANDEI PARA AQUI CHEGAR | Vejo em rodapé, em noticiário da SIC-N, a recomendação: Vitor Bento e PCP defendem que o governo deve considerar a opção de nacionalizar o Novo Banco.
E o que ainda havemos de ver, ouvir e ler.
facebook 

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016




DDLX 12 ANOS | Na próxima quinta-feira vamos festejar 12 anos de existência. E vai haver festa rija na Rua do Trombeta — Bairro Alto. João de Azevedo vai cá mostrar o seu excepcional trabalho "Com as minhas Tamanquinhas". Trabalho exposto originalmente na Casa da Cultura, em Setúbal. O João fez a capa do disco de José Afonso, a pedido do músico, e passados quarenta anos revisita a situação e acrescenta-lhe contemporaneidade. Somos cúmplices da coisa e vamos agora festejar com o João e com o Zeca. Convidados. Apareçam.
facebook 

domingo, 21 de fevereiro de 2016

OS CROMOS DA NAÇÃO | Os deputados da associação de malfeitores de que Passos Coelho é líder carismático, convidaram uma série de cromos para dizerem qualquer coisinha. Este, o do retrato, entre outras barbaridades, deu exemplo de Salazar como rota apreciável. Salazar foi homenageado com figura projectada e tudo. Provavelmente foi bem recebido pelos cromos assistentes. Os cromos da direita festejam sempre com exaltação os líderes carismáticos. Devem estar com saudades de ajustamentos mais violentos. Andam em roda livre. Já não tem a mínima vergonha na cara, esta gente sem vergonha.
Fonte DN
facebook 

sábado, 20 de fevereiro de 2016

TEMPOS TRISTES | Umberto Eco morreu. Morreu uma biblioteca. E morreu um grande ser humano. Muito obrigado, senhor Eco.
facebook 

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016



MUITO CÁ DE CASA | António Mega Ferreira vai conversar com quem por cá aparecer. Para que a conversa seja animada, também por cá vão estar Rosa Azevedo e Fernando Luis Sampaio. Para o convívio serão chamados os seus mais recentes livros: Hotel Locarno, editado pela sextante, e Viagens à Ficção Hispano-americana, com edição da abysmo. O encontro está marcado para hoje, às 22 horas, na Casa Da Cultura | Setúbal.
facebook 
MEDALHAS DA VERGONHA 
Já ninguém se lembrava da criatura. Mas toda a gente se lembra da tropelia que protagonizou para prejudicar o único prémio Nobel da literatura português. Cavaco borrifou-se para Saramago quando foi atribuída a distinção ao escritor, mas vem agora reconhecer o brilho do fruste secretário de Estado que o tentou tramar. De facto Sousa Lara só fica para a história por esse feito canalha. Há aqui uma coerência evidente. Cavaco também fica para a História como protagonista de cenas tristes. Vidas tristes.
facebook 

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

DIOGO SEIXAS LOPES | Partir tão cedo é uma coisa muito triste. Ainda por cima de alguém que tinha tanto para repartir com todos nós, os que andamos nas ruas e gostamos de olhar para as coisas. Muito triste, isto.
facebook 

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

PAGODE CHINÊS | Os direitolas andam muito incomodados com esta mistura de capital chinês na TAP. Não percebem a razão de o governo negociar com tão sinistros empreendedores. Os direitolas ficaram assim tão incomodados com a chafurdice da iniciativa oriental em empresas estratégicas portuguesas no tempo em que eram eles os fregueses da loja do chinês? Claro que não. Provavelmente existem duas Chinas. Uma boa e outra má. A boa é a deles, a dos direitolas. E a má é esta que agora aí anda a tentar comprar tudo o que mexe. Ou voa. Os direitolas fingem não perceber que a China é o que for preciso desde que dê para abrir a porta da loja. Nem boa nem má: é assim-assim.
facebook 

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

HISTÓRIAS DE LOUCURA NORMALHá atitudes que ultrapassam a razoabilidade. Há coisas sem jeito nenhum. Isto é ridículo. Alguém diz a este homem que já não é primeiro-ministro? Ou será preciso chamar os enfermeiros?
Fonte Esquerda
facebook 

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

CONTRA E PRÓ | Eu até assistia ao debate que passa ali no aparelho de televisão. Eu até tinha paciência para assistir ao desfile da tropa-fandanga que acha que o nosso direito a existir ou a deixar de ter vontade de por cá andar é assunto do grande auditório. Eu aturava isso tudo. Mas quando para o debate são convocados uma tal Galrriça, o padre Feytor Pinto e a inenarrável Laurinda Alves, a minha paciência entra em ebulição e transborda. Tenham paciência.
facebook 

domingo, 14 de fevereiro de 2016

O MELHOR AMIGO | Há quem o ache o melhor amigo do homem. Há quem ache que quem gosta do fiel animal gosta da humanidade. E há quem ache que quem gosta de cães gosta de cães, ponto. Inscrevo-me nesta ultima matilha. E atrevo-me a acrescentar: quem pinta cães assim pode gostar de cães pintados na tela, mas não gosta de pintura. E quanto à humanidade... Esperemos que o homem não desate a pintar "pessoas humanas". Ou que pelo menos não divulgue as habilidades em público. Para bem da saúde intelectual da humanidade.
facebook 

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

JÁ NÃO HÁ CAVACO | Poucos lhe dão cavaco. E quase todos estão desejando de o ver pelas costas. Hoje foi-lhe enviado mais um sapo para engolir. Um grande sapo que lhe provocará enjoos e amuos. É a vida. A realidade é mesmo assim, mesmo quando colide com as fantasias transformadas em fanatismo por um Presidente ressabiado. Homenzinho ridículo e mesquinho até ao fim. 
Imagem Alex Gozblau
facebook 

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

SOBE E DESCE | Isto vale o que vale. Mas vamos lá ao que vale porque verdadeiramente nos interessa. A má notícia é o tímido crescimento do partido de Passos. A boa é a quase inexistência do partidinho de Portas & Cristas, que assim coloca sem qualquer sentido a maioria que infelizmente governou durante quatro anos. Outra boa notícia é a continuação da Imensa maioria de esquerda no parlamento. É a vida. Habituem-se.
Fonte Negócios
facebook 

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016





CARNAVAL | Confesso que ver estes direitolas em histeria contra tudo o que me agrada, dá-me uma alegria do caraças. Como eu gosto de os ver assim. Refervidos e malcriados. Queixam-se de tudo e aparentam uma tristeza imensa. Parece que andam mascarados de calimero. Se calhar é isto o carnaval. 
facebook 

domingo, 7 de fevereiro de 2016

FANFARRONICE | Sabemos que a criatura não tem grande queda para as palavras. A trapalhada argumentativa abrilhantou o anedotário luso enquanto foi governante. Agora insiste em não estar calado e convoca com a insistência que lhe é permitida a criatividade oratória. Autêntica literatura de ficção. Ou de cordel, vá. Se o homem se dedica a escrever as pérolas que verbaliza, o locutor-escritor da RTP1 que se cuide. Esta da "política da fanfarronice", assim, proferida por ele, é já para contar para algum prémio de anedota do ano? Só pode.
Fonte Expresso
facebook 

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

À SUPERFÍCIE DAS COISAS O PÓ | As pinturas de João Jacinto mostram o pó do mundo. Há ali uma vontade de alinhar um adejar que deambula pela superfície das coisas. Uma necessidade de compor o tempo. Ou talvez não. O artista procura esse pó. Dá-lhe os tons da vida despejando para as superfícies tinta e mais tinta. É esse o óleo da sua arte. Fernando Luís Sampaio, no poema que "ilustra" a exposição, fala em "névoa dos namorados". Namorar é bom. Vamos então namorar estas peças que João Jacinto expõe agora em Setúbal. Abre hoje, sexta-feira. Apareçam. 

O parque desce sob o meu olhar
instável desce para o lago
onde florescem latas de cerveja, folhas
e a névoa dos namorados.
À superficie das coisas o pó
aquietado da vida, a poalha dos impropérios
o fumo do monte branco
a coroar, à hora da bica, a ave da juventude
que assobia canções combatentes.
Muita coisa começou assim, um punhal
a esmagar os sonhos, uma pedra a torcer
o primeiro amor contra o mundo.
Mais tarde, é sempre mais tarde, a morte 
de amigos cuspiu de mim toda a cidade, 
as ruelas que iam para o fontelo 
escureceram também para sempre.
O silêncio, como o inferno, começa sempre 
com os outros.
Fernando Luís Sampaio
facebook 

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

O AVIÁRIO NO DESERTO | Há uns tempos, num concurso de televisão, uma legião de portugueses elegeu Salazar como o melhor português de sempre. Outra catrefada de compatriotas escolheu agora um escrevinhador merdoso como o melhor escritor português. As escolhas de gente sem trambelho são mato. Não sei se são sempre os mesmos portugueses que participam nestes concursos. Mas sei que há portugueses que escolhem com cada merda...
facebook 

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

TUDO EM FAMÍLIA | Trabalhar não é vergonha. É bom ver uma família tão unida na árdua luta pela subsistência. Tão bom.
Fonte Negócios
facebook 

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

JOÃO JACINTO EXPÕE EM SETÚBAL | João Jacinto vai mostrar o seu mais recente trabalho na Galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. É nome grande da arte contemporânea. A exposição abre na próxima sexta-feira, às 22 horas, contando com a presença do artista, e fica patente até ao próximo dia 3 de Março.
BIOGRAFIA – Em 1985 iniciou os seus estudos artísticos na E.S.B.A.L. Leccionou entre 1989 e 1992 no Ar.co em Lisboa. É, desde 2001, professor na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. Expõe, individualmente, desde 1987, -tendo participado em inúmeras exposições individuais e colectivas. A sua obra encontra-se representada em várias colecções: CAM – Fundação Calouste Gulbenkian, Caixa Geral de Depósitos, Colecção António Cachola–MACE; Fundação PLMJ; Museu do Chiado; Museo Extremeño Iberoamericano de Arte Contemporaneo (Badajoz); Veranneman Foundation, (Kruis---houtem); Art Collectors (Genève); Fine Arts Gallery (Bruxelas); Renate Schröder Gallery, (Colónia); Gallery Catherine Clerc (Lausanne); Collection Kierbaum & Partner (Colónia), Fundação Carmona e Costa, entre outras.
facebook 
+