segunda-feira, 30 de novembro de 2015

MORREU!? Quem disse isso?
facebook
BICO CALADO | Clima? Ambiente? Mas para quê perdermos tempo com essas minudências? Aqui há uns anos nem havia ministério do ambiente, e, se alguém falasse nisso, soariam sonoras gargalhadas. Logo, para que ía um governo conservador de direita preocupar-se com esta cimeira? Isso é coisa para governos de esquerda. Mais um assunto fracturante, pelos vistos.
Fonte Expresso
facebook

domingo, 29 de novembro de 2015

CAPAZES DE TUDO | Provavelmente ouviram falar em PREC e pensaram que esses dias iam voltar em todo seu esplendor. Incluindo ataques a sedes "do reviralho", como diria o outro.
Tenham calma. A democracia tem destas coisas. Os seus inimigos gostam de fazer das suas. Agora é colocar um vidro novo na montra e malhar na direita. Com bons modos, é claro. Nós não andamos para aí a partir vidros.

Fonte DN
facebook

sábado, 28 de novembro de 2015

ATRASO DE VIDA | Não, não são tema. Escolham outros motivos para dar ao badalo. Parece que estamos na idade da pedra do debate. Ainda temos muita pedra para partir. E muito calhau para varrer do caminho.
Fonte Expresso
facebook

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

RECORDAR É VIVERAndou o doutor Miguel Relvas a estudar tanto para chegar a ministro, e agora os ministros tomam posse sem mencionarem os graus académicos. Se isto tivesse acontecido mais cedo, Relvas não seria obrigado a estudar tanto e ainda aí estaria para lavar e durar. A vida é injusta.
facebook

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

GUITARRAS E MÚSICA DE FEIRA | O discurso de Cavaco não tem classificação. Logo, não se classifica.
facebook
CHAPÉUS HÁ MUITOSHá quem dê os parabéns aos novos membros do governo como se a nomeação fosse uma recompensa por qualquer bom comportamento ou por excelsa oportunidade na vida. Tenho vários governantes entre os meus amigos aqui na geringonça. Um ou outro fazem parte do meu rol de relacionamentos reais. Fiz parte das comissões de honra das candidaturas de António Costa à Câmara de Lisboa. Mas não contem comigo para felicitações. Os cargos institucionais trazem responsabilidade. Rigor. Serviço público. Vontade de resolver coisas. Se um ocupante de um destes cargos aceita felicitações pelo seu próprio "sucesso" pessoal, é porque não o merece. Penso eu. Convictamente.
facebook
CAVACOS, BANANAS E COMPANHIA | O homem das bananas estava um bocado abananado hoje à tarde. Encavacado, vá. Podia disfarçar. Aquelas trombas não enganam.
facebook
TOMADA DE POSSE | Eh, pá, palmadinhas nas costas não. Ainda se fossem pontapés no cú...

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

EU É QUE SOU O PRESIDENTE... | Miserável até ao fim. Mas é que vai mesmo ser até ao fim. Arrasta-se e deixa rasto. Ressabiado. Incomodado. E incomoda até mais não. Que miséria.
Fonte Expresso
facebook
SIM, SENHOR MINISTRO | Não houve unanimidade à volta desta nomeação. Isso não existe e não é saudável, como refere o próprio na sua página do facebook. Mas parecem-me encantadoras as acusações de falta de experiência e outros impedimentos. 
O homem foi editor. Foi vereador da cultura da Câmara de Lisboa. Enquanto presidente, João Soares fez pontes e atravessou-as. Aliou-se a toda a esquerda com assento na estrutura municipal. Pioneiro nestas andanças, portanto. Não se pode falar de cultura em Lisboa sem se referir o seu nome. Abriu portas, janelas e postigos. Por isto tudo, dizer que o novo ministro é totalmente inexperiente e que não conhece o terreno parece-me, assim de repente, nota de humor. 

facebook
OS ESTROPÍCIOS | Passos garante que o PSD não vai dar a mão a Costa. Costa já disse que não pediu a mão ao PSD. Passos parece ter caído no caldeirão da ameaça. Não se cala. Tipo: "Hás-de cá vir", "Já vais ver".
E se te fosses foder?
facebook

terça-feira, 24 de novembro de 2015

UM NOVO GOVERNO NOVO | Francisca Van Dunem, a surpresa de António Costa que deverá ser uma surpresa na Justiça. 
Bom trabalho, Francisca.
facebook
NOVO GOVERNO | Há boas escolhas e escolhas excelentes. Felizmente não há algumas anunciadas más escolhas. Ministérios que me são mais próximos estão bem ocupados — Cultura, Educação, Justiça. Não há comparação possível com as alimárias que agora debandam. Mas esta é só a minha opinião. Vale pouco, muito pouco. O que vale agora são os desempenhos. Que podem valer muito. Muito mesmo. Aguardemos. Bom trabalho, desejo.
facebook
FOI DESTA | Já temos um novo primeiro-ministro. Cavaco foi obrigado a alinhar com a realidade. As dúvidas provavelmente persistem, mas o homem não teve outro remédio. E com as dúvidas dele podemos nós bem. 
Fonte DN
facebook
LER DEVAGAR | Cavaco Silva, o iluminado ser humano que raramente tem dúvidas e nunca se engana, teve subitamente uma recaída e ficou rodeado de incertezas. Parece que tudo foi muito bem explicadinho para ver se o senhor entende o que não quer entender. É difícil lidar com gente assim, de compreensão lenta mas convencida do seu alto conhecimento das coisas. E como o apregoado conhecimento se resume a fazer contas de somar e de sumir, a grande exigência fica por aí. O resto é repetição da matéria dada. Enfim, mas é assim que se desenvolvem os grandes projectos. Com tempo. Com rigor. Deixemos lá o homem com o seu ritmo em paz. Desde que se despache. Vamos lá a ver se é desta. 
facebook 

segunda-feira, 23 de novembro de 2015

ENTRE MARIDO E MULHER... | Este senhor é um destacado líder religioso que não vai em violências. É por mor disso que foi chamado ao Prós e Contras. Debate-se o pacifismo religioso e a maneira de nos defendermos dos fanatismos. Não conheço o critério que gere o programa. Já todos perceberam a trapalhada do discurso do homem. Vejamos então um pormenor. Recordo-me de o referido líder religioso ter chegado a roupa ao pêlo à mulher. Parece que a arma foi o cotovelo. Não foi assim há muito tempo. Foi em agosto deste ano. A rapariga — uma refugiada afegã de 29 anos — teve que ser assistida no hospital. O imã recusou comentar a cena. Apenas adiantou que eram "questões pessoais". Não percebo a razão de ser tratado aqui como pessoa de bem. Nada disto foi desmentido, ou foi? Se foi avisem, que é para eu apagar este comentário e pedir desculpa pela violência demonstrada.
facebook 
NÃO HÁ CONDIÇÕES | Cavaco tem razão. É preciso assegurar estabilidade. As condições impostas a Costa são implacáveis. E percebem-se. Como a assinatura do acordo do PS com o PCP e com o BE foi à porta fechada, ao contrário do que deveria ser, no largo Camões às sete da tarde, ficou por explicar muita coisa. Exemplos: Nada diz no acordo com o PCP que o comunismo não seja instalado no dia seguinte à formação do governo. E o Bloco não assinou em lado nenhum que ía substituir as mulheres que o dirigem por homens de barba rija. Os acordos valem o que valem. Recordo uma história antiga. Cavaco, durante a campanha eleitoral em que disputou a Presidência com Jorge Sampaio — em que perdeu, note-se — e lembrando a passagem de Sampaio pelo MES, disse: e se ele tem uma recaída?
Cavaco é um homem permanentemente assustado com a ofensiva da esquerda. Percebe-se. As coisas iam tão bem no anterior regime. Sem políticas nem nada. Aquilo é que era governar com estabilidade. 

facebook 


ENQUANTO HÁ FORÇA | Será que é hoje que o outro convida António Costa a dar outro rumo a isto? Esta dança de figuras e figurões já cansa. O momento é tenso mas aliciante. Histórico. Nunca como agora se tinha visto tanta gente alinhada para travar a direita e os seus manhosos enleios. Vamos a isto, enquanto há força.
facebook 

domingo, 22 de novembro de 2015

NO CÉU CINZENTO | Aqui ao lado há quem não tenha vergonha de ter tido um ditador criminoso a governar o país. Há quem exalte as suas façanhas. Há quem festeje. E eles andam por ali. Parecem pessoas comuns. Não o são. São apologistas de crimes. O que se deve chamar a gente desta fica para a imaginação e ira de cada um.
Fonte publico.es
facebook 
OS SAQUEADORES | Com a EDP foi o que foi, e agora com a TAP é isto. Esta garantia é uma insolência, no mínimo. Uma ofensa a quem viu salários e pensões reduzidos. Tudo feito em prol de quem tudo tem. E depois vêm com a tanga do perigo comunista. O perigo está em vocês e nas vossas políticas. Ou o saque não é crime?!
Fonte Expresso
facebook 

sábado, 21 de novembro de 2015

OLHA, ERA A HIPOCRISIA | Parece que acordámos noutro país. Afinal é possível deitar fora a hipocrisia. Deu muito trabalho, é certo, mas valeu a pena. É possível dizer a quem nos quer impor lealdade ao "sempre foi assim", que nós também temos opinião sobre como se deve viver em sociedade e não precisamos de andar de gatas perante superstições e mandamentos serôdios. Temos um corpo que é nosso. Temos uma cabeça que nos dirige. Até alguns de vocês foram dirigidos pela vossa direcção pessoal. Foram decentes. Até alguns de vocês conhecem o chão que pisam. Não precisamos de fazer como a direita das inevitabilidades quer. Não queremos. Se o que está a acontecer na Assembleia da República não vos diz nada sobre o que pode ser uma maioria de esquerda sólida e duradoura, então não sei que vos diga.
Isto vai ser difícil? Pois vai, mas pelo menos já não temos que aturar a vossa insuportável arrogância penalizadora. É a vida. É assim mesmo. Aguentem-se.

facebook 

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

O SONHO COMANDA A VIDA | Com os pés bem assentes na terra.
facebook

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

FUNGAGÁ | Será que vou ser chamado a Belém? Pelo sim pelo não vou-me arranjando. Não quero aparecer assim de qualquer maneira.
facebook 

EU É MAIS BOLOS | Desde já comunico que não estou disponível para ir a Belém. Em primeiro lugar porque estou com a agenda lotada, e depois porque não me lambo pelos famosos pastéis de nata lá da zona. Prefiro os da Manteigaria - Fabrica de Pastéis de Nata, no Chiado. Que estão mesmo aqui ao lado. Não dá, portanto.
Fonte RR
facebook
QUE FUTURO? | O auto-designado Estado Islâmico continua a sua estratégia. Os alvos são diversificados. É preciso espalhar a mortandade. É preciso matar a juventude sem fé. É preciso destruir a economia dos infiéis. Esta guerra não tem quartel. Mas tem muito dinheiro para armas. E aí a política é outra. O negócio está acima das vidas das pessoas. Estamos todos em risco. Mas há quem se dê bem com as transacções. A coisa só muda se acabarem as negociatas. A política não pode ser só estratégia de negócio. A política deve preparar o nosso futuro. Assim não temos futuro. Temos um presente incerto. Muito incerto.
Fonte Público
facebook

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

MUDAM-SE OS TEMPOS... | Ainda nem tinha reparado que Hugo Soares já não é líder dos jotinhas ditos social-democratas. Percebi que a bancada do partido do governo demitido tinha sido reforçada com o seu brilhantíssimo radicalismo de direita, mas podia acumular, sei lá. Afinal não. Foi reforçar a direita extrema que apoia o governo na Assembleia da República, mas deixou os putos em paz. É a voz do desespero destrambelhado. A actual liderança é um bocadinho mais social-democrata, pelos vistos.
Fonte Expresso
facebook

terça-feira, 17 de novembro de 2015

PARECE, MAS NÃO É | Não, esta gente não enlouqueceu. Primem a tecla. Insistem. Atiram o barro à parede. Não se conformam com a ideia de uma alternativa ao seu ajustamento desenfreado. Não se conformam com a possibilidade de o país sair da sua esfera privada de influências. Estão acossados. Gente assim fica perigosa. Mas, apesar de o aparentarem, não são loucos. São políticos de direita. A direita é isto. 
Fonte Expresso
facebook 
COMUNICAÇÃO AO PAÍS | Olha, já temos um novo Presidente da República. Se calhar houve eleições e eu não dei por nada.
Duas semanas? Ok, fico muito mais descansado.

Fonte Público
facebook 
TRAMPA | Pois é, esta criatura ridícula tem seguidores. O problema é que o ridículo não mata, mas quer matar. Quer matar tudo o que lhes causar desconfiança. E a gente sabe o que pode causar desconfiança a esta gente ridícula. Ridícula, mas perigosa.
Fonte CNN
facebook 

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

JOGOS FLORAIS | É preciso resolver o problema da governação? Os países precisam de governos? E então? O Presidente precisa de pensar nisso. Com calma. A política pode esperar. Agora vou até ali dar uma voltinha com a Maria. Pressas para quê? Temos tempo.
facebook 

domingo, 15 de novembro de 2015

A SOLIDARIEDADE É UM LUGAR PERIGOSO | Não aprecio "descascas" ao vivo e a cores nas redes sociais. Este lugar é de convívio, de opinião e, em principio, de paz. Nunca o fiz, nem "façarei", como diria aquele turista que vai passar uns dias à Madeira. Mas há quem adore corrigir. Já não falo nas correcções salazaristas — naquele tempo nada disto acontecia —, ou nos apelos ao que vale a pena — falam disto em vez de estarem preocupados com aquilo. Falo dos apelos a que tudo sempre seja manifestado. À generalização da solidariedade. Nada de esquecimentos. Ouvi alguém dizer — nas televisões, sempre nas televisões — que desta vez foram inocentes que morreram. Como se no Charlie Hebdo estivessem culpados a executar. Logo, agora sim, a solidariedade justifica-se. Mas atenção: ou referem todas as geografias ou vão dar banho ao cão. Parece que há uma contabilidade da solidariedade. A minha bandeira tem mais mortos do que a tua. Como se um morto não bastasse para sermos solidários. E como se não fosse o nosso próprio secretariado a escolher a solidariedade que entendermos. Pronto, é só a minha opinião. Não vale a pena atirarem-me com os ovos podres do politicamente correcto. E peço desculpa por não concordar com as generalizações sempre e a toda a hora. Até porque, por principio, solidarizo-me com todos os atropelos à liberdade e ao direito à existência. Mas um de cada vez. Conforme vão, infelizmente, acontecendo. Agora, Paris dói. Muito.
facebook 

sábado, 14 de novembro de 2015

SOMOS TODOS FRANCESESEstamos todos de luto. Voltou a morte às ruas de Paris. Uma sexta-feira treze que fez jus à supersticiosa ameaça. Um dia que se recordará pelos piores motivos. Há coisas que não devem acontecer. Nunca. Dia triste. As palavras fogem. Cobardes. Como foi possível? Como é possível? Não há direito. 
facebook 

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

ILUSTRAR ATÉ MAIS NÃOSabemos que a ilustração em Portugal vive momentos felizes. Sabemos que existem jovens ilustradores que não dão descanso aos riscadores, aos líquidos de colorir, aos teclados, a tudo o que permite desenvolver o que lhes vai na mona. E eles têm a mona cheia de ideias e têm a coragem de lançar essas ideias para papéis, tecidos, cartões vários. Vivemos grandes momentos da ilustração no país Portugal. É por isso que existe a Festa da Ilustração - Setúbal. A Ana Braga, o Gonçalo Duarte, o Tiago Martins e o Vasco Ruivo vão estar em Setúbal em Junho do próximo ano. Mas para já, amanhã, vão mostrar os seus mais recentes trabalhos na Manteigaria Lisboa. Escusado será dizer que aquilo vai ser uma festa. Apareçam. Ou vão aparecendo.  
facebook 
CONHECIMENTO DO INFERNO | Os infantes apoiantes do partido do governo mostram uma imagem abrangentemente libertadora como se de uma terrífica ofensiva comunista se tratasse. O acossado líder, no seu habitual pouco jeito para as palavras, refere "reviralho" como algo rejeitável, ignorando o verdadeiro significado do termo. Tanta inabilidade — ou será mesmo ignorância? — permite-nos perceber o nível de conhecimento em que se encontra esta gente que nos "protege" de todas as ameaças. As universidades de verão, patrocinadas pela coca-cola — a Farinha Amparo já não se mete nisto —, expõem alunos neste estado. E o estado tem primeiro-ministros paridos de universidades mais preocupadas em sustentar praxes, pelos vistos. Esta gente não sabe nada. O conhecimento é coisa para intelectuais — espécie a abater — que vão ao cinema e ao teatro e a exposições chatas e dispensáveis. E lêm livros com muitas letras. Eles é mais números — os números das suas contas e os que querem impor às contas dos outros. Se o inferno existisse poderia muito bem ser isto. 
Isto é excessivamente mau.
facebook 
ANDAM ESPIÕES NA BARRACA |
Hoje é dia do espião Cabrita apresentar um novo relatório. É às sete da tarde na Barraca. Ele e Helder Macedo vão estar a dar ao badalo sobre o seu mais recente livro, editado por outro espião, o João Paulo Cotrim, na  Arranha-céus. A capa é do André. Alto livro, portanto. Até logo.
facebook 

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

CAP defende eleições "o mais rapidamente possível"
MINIMAL COMMENTARY | Olha, outro.
Fonte TVI24
DEMOCRACIA? QUE DEMOCRACIA? | Passos Coelho pede revisão constitucional imediata para antecipar eleições. Passos passou-se? As conversas com Cavaco nunca dão em boa coisa. Duas cabeças a pensar mal dão sempre mau resultado. Vejam lá o que estão a engendrar. Já foram ao médico?
Fonte DN
facebook 
CERTIDÃO DE ALÍVIO | Já existem ameaças de morte a António Costa aqui, nos muralinhos facebookianos. Há apelos a Cavaco para que não dê posse a um governo das esquerdas. Tenta-se instalar o medo. Falam em legitimidade e tradição e mais não sei o quê. Há tentativas de ridicularização de possíveis ministros e há a estupidez à solta. A ameaça a pessoas de esquerda já começou. Voltaremos ao tempo dos ataques aos centros de trabalho do PCP? Parece que comentadores e seus seguidores estão com vontade disso. Isto está quente. Esta gente ferve em pouca água. Existe mesmo um processo reaccionário em curso.
Não fiquem nesse estado. Em bruto. Tenham calma.
É o mínimo que vos podemos pedir depois de toda a merda que o vosso governo fez.

facebook 

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

PAULO CUNHA E SILVA | Morreu Paulo Cunha E Silva. É isto a vida. Uns dias estamos felizes, outros somos atingidos por uma notícia destas. Perde-se uma vida que tanto fez pela cultura em Portugal. O Porto perde o seu vereador da cultura. Paulo Cunha e Silva foi figura ímpar na colocação da cultura no mapa do Porto. Foi ele o impulsionador do conceito de cultura que hoje se pratica na cidade. E que cultura é hoje vivida na cidade do Porto!
Muito obrigado, Paulo Cunha e Silva.

facebook 

terça-feira, 10 de novembro de 2015

MUITO OBRIGADO | Fizeram história. Façam história. A gente ajuda.
facebook 
SEM APREÇO | Adeusinho, sim? Ide pela sombra. Pela sombra, que o sol está quente. Dêem lá saudades a Cavaco que é coisa que cá não deixam.
facebook 
NEM O GOVERNO CAI NEM A GENTE ALMOÇA | A que horas cai o governo? É que já estou com um ratinho no estômago. Vá lá. Despachem-se.
facebook

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

MANUAL DE CIVILIDADE PARA POLÍTICOS DE DIREITA | Ver estes arautos da direita mais trauliteira irritados e desesperados é uma alegria muito grande. Gosto de os ver assim. Que continuem por muitos e bons anos nesse estado são os meus sinceros desejos.
facebook

São Bento é uma casa assombrada. Um parlamento inútil

SOBRE A INUTILIDADE DO VERBO | Num momento em que a Assembleia da República vibra como nunca antes, e é mencionada como lugar de esperança no futuro, este homem resolve brindar-nos com esta estranha inanidade. Em que mundo viverão estes estranhos seres?
facebook

domingo, 8 de novembro de 2015

UM ACORDO DIFERENTE | É possível um entendimento entre a esquerda. Esta é a oportunidade que há muito desejo e aqui referi muitas vezes. A esquerda une-se para corrigir "inevitabilidades" que mais não são do que a aplicação do catecismo neoliberal de entrega de tudo a uns poucos. A esquerda pratica diferenças entre si porque é diferente. Tem ideias diferentes e chama as pessoas para a fila da frente. A direita une-se para praticar o "sempre foi assim" e põe as pessoas a servir essa premissa. Tudo vai ser diferente? Acredito que sim. Nada poderá ser igual ao que esta direita extrema nos sujeitou durante quatro anos. O que for soará. Boa sorte, Portugal. 
facebook
ENSAIO SOBRE A BELEZA | Beleza quer um referendo no PS para decidir governo de esquerda? E o que é que a esquerda tem a ver com o que Beleza quer e não quer? 
facebook

sábado, 7 de novembro de 2015

OS DIAS DA NOSSA VIDA OU A VIDA DOS NOSSOS DIAS
De que falam dois amigos que falam de poesia e de filosofia? De que falam os poetas? O que nos ensina a filosofia? De que falamos quando falamos com um poeta e com um filósofo? Falamos dos dias da nossa vida, dos bons e dos maus, dos conseguidos e dos felizes. E falamos de vidas, de encontros, de desencontros, de gatos e de outros amigos. E aprendemos. O que nós aprendemos ontem na Casa da Cultura | Setúbal, em uma das mais marcantes sessões Muito Cá de Casa. Muito obrigado, António De Castro Caeiro e José Anjos. Até breve.
facebook

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

ESTADO LAICO? | Parece que querem voltar ao tempo das cruzadas. Agora parece que é preciso ser cristão. É preciso rezar para que o país Portugal não caia em desgraça.
Estas convicções são atiradas para o terreno eleitoral como se fossem uma grande coisa. Como se tivéssemos alguma coisa a ver com o que cada um faz lá em casa ou na igreja.
"Era bom que o Presidente fosse cristão, porque se fosse cristão, além das qualidades todas que têm os outros, tem mais uma", diz o candidato ungindo. 

Já temos um com essas acrescentadas qualidades. Está experimentado.
facebook

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

É O SISTEMA | Afundou o barco, mas agora os barqueiros dizem que não é bem assim. O homem merece isto e muito mais. O actual ministro da administração interna e das orações aos céus que o diga. Será que é a isto que se chama pouca-vergonha? Ou já vale mesmo tudo?
Fonte Expresso
facebook

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

OREMOS | Ao cuidado do senhor ministro da administração interna e das orações aos céus.
facebook

segunda-feira, 2 de novembro de 2015


GOVERNO ELECTRODOMÉSTICO | Ao ouvirmos as primeiras declarações como governantes da ministra da cultura e de não sei quê mais, e do ministro da administração interna e das orações aos céus, percebemos que Passos Coelho não perdeu um minuto do seu precioso tempo a pensar no governo. Foi quem tinha ali à mão. Se a coisa continuasse teríamos pano para mangas em anedotas de tasca. 
facebook
+