quinta-feira, 31 de julho de 2014

SUBIR A PULSO, DESCER A PIQUE | Parece que Granadeiro já não anda pelos corredores da PT. Este herói do capitalismo dito popular foi um exemplo para os mais jovens e populares capitalistas. Chegou a perder tudo e tudo reergueu enquanto o diabo esfrega um olho. O diabo não, cruzes canhoto, que o homem esteve acompanhado por credos nada diabólicos na sua cruzada solítária contra o infortúnio. Para quando o esperado trambolhão do competentíssimo Bava? O fornecimento de sorte não pode durar sempre. Ou pode?
facebook

quarta-feira, 30 de julho de 2014

SOMOS TODOS CIDADÃOS, OU NÃO? | Eu até percebo estas ligações. Um é Presidente da República, o outro é presidente de um banco. É inevitável: encontram-se. Tenho uma sugestão a fazer ao senhor Presidente da República: está aqui em casa um senhor a prestar um serviço. Passa factura. É empreendedor, dono de uma empresa de montagem de portas e janelas. Está a ajustar uns caixilhos que estavam meio escangalhados. É gente boa. Nunca pediu um empréstimo para montar a empresa. Não deve nada aos bancos, portanto. E nem imagina algum dia vir a conhecer o senhor Ricardo Salgado. Se o senhor Presidente quiser eu apresento-lhe este cidadão. Ele não se importa de tirar um retrato com o senhor Presidente. Sempre é gente decente. Não é que o senhor Presidente não conheça gente decente, é claro, mas este é o meu contributo para um ajuste nos conhecimentos do senhor Presidente. Só estou a tentar ajudar.
facebook

terça-feira, 29 de julho de 2014


CROCHET CHIC | Joana Vasconcelos em bom.
OS SENHORES COMENTADORES | Esta conversa de feira sobre a culpa ou não de Ricardo Salgado já fede. Os comentadores estão agora solidários com o homem. E os juízes de sofá expõem-se como se tivessem descoberto a pólvora há muito. O que está em causa é demasiado grave para se compadecer com conversas de caracacá. É claro que o homem deve ser retido, escutado com pormenor e até julgado se tal se justificar. A maneira como é feita a detenção e a delicadeza como são feitas as perguntas não me aquecem nem arrefecem. São refresco em dia de calor. E as decisões que forem tomadas são desejáveis, partindo-se do princípio que fazem justiça. Será que agora este senhor é um ser humano extraordinário? Qualquer um de nós seria tratado de uma maneira muito menos elegante. Deixem-se de conversa mole. Metam as vossas opiniões no saco, senhores comentadores oficiais da treta. Antes que os deixemos de respeitar de vez.
facebook

segunda-feira, 28 de julho de 2014

DITADURA DA ALARVIDADE | Jardim diz: "Só aceitamos continuar na Pátria se nos sentirmos bem". Os sobas confundem-se com o território que dominam. É tudo deles. Eles são tudo. É um clássico. A boçalidade desta criatura faz cá tanta falta como a fome. Não faça cerimónia, homem. Saia. Vá pela sombra. 
NOTÍCIA PÚBLICO
facebook

sábado, 26 de julho de 2014


DESIGN DE COMUNICAÇÃO | Afinal há mesmo imagens que valem mais do que mil palavras.
facebook

sexta-feira, 25 de julho de 2014

GUARDIÕES DA PENÚRIA. | E agora digam lá: depois dos acontecimentos das últimas horas, não dá vontade de mandar para um sítio que a gente sabe os "patriotas" que nos acusam de termos vivido acima das nossas possibilidades? É que, com tanta gente a viver acima das nossas possibilidades — Salgado não andou nisto sozinho —, provavelmente o que nos resta é o direito a pagarmos o que eles "guardaram" ao longo dos tempos. Somos os guardiões da penúria. Sempre.
facebook

quinta-feira, 24 de julho de 2014

DEUS É GRANDE, MAS ESTÁ DE FOLGA | Verificaram bem todas as necessidades da senhora procuradora para o exercício do cargo? Não lhe falta nada? Vejam lá. É que eu, apesar de não ter religião, e de por isso mesmo não ter direito a reclamar tão salientes direitos, quero que os religiosos estejam bem, para que trabalhem com todas as condições e assim contribuam com o seu esforço para o bem estar comum. Qualquer coisinha… É só pedir.
Noticia Público
facebook

terça-feira, 22 de julho de 2014

VERGONHA E RAIVA | Cavaco está na Coreia do Sul e Passos no Bangladesh. Pelo que vi nos noticiários televisivos, Cavaco foi jantar, e Passos foi a um encontro que vai permitir que a Guiné Equatorial entre para uma comunidade lusófona. Todos sabemos que por lá não há cão nem gato que não fale português. Custa-me acreditar que o meu país queira ombrear com o regime mais tirânico e corrupto da actualidade. Se o Brasil e Angola querem andar mal acompanhados, é lá com eles. Mas nós metidos naquele caldeirão de energúmenos?! Estou envergonhado.
facebook

segunda-feira, 21 de julho de 2014

NÃO HÁ UMA IDADE LIMITE PARA SE ACREDITAR EM SUPER-HERÓIS? | “A história vai reconhecer pessoas como Mário Soares, Francisco Sá Carneiro e Pedro Passos Coelho como super-heróis. O que eu estou a fazer é uma antecipação”, diz Alberto da Ponte, a criatura que é, infelizmente, presidente da estação de televisão pública. É preciso ser lerdo, digo eu. Notícia aqui
facebook

sábado, 19 de julho de 2014

UMBIGO | A entrevista de Santana Lopes ao Expresso faz lembrar a madrasta da Branca de Neve. Espelho meu, espelho meu, há candidato mais lindo do que eu? O discurso manteigueiro transborda. Santana elege adversário e calcula hipóteses na sua área política. Ele está sempre presente, não estando. A receita é a clássica: tem mais que fazer, mas se for preciso chega-se à frente. O homem decidiu ser uma simpatia. É o tio simpático. Uma jóia de pessoa. Um homem às direitas. Há quem vá nestas conversas. Fiem-se nele, fiem-se. Notícia Expresso
facebook

sexta-feira, 18 de julho de 2014

SENTIR? SINTA QUEM LÊ! | "Um romance são tantos romances quantos forem seus leitores" 
[João Ubaldo Ribeiro]

facebook
BÉBÉS: FAÇA VOCÊ MESMO | Estamos a ser ameaçados por uma fúria natalícia. Todos os políticos expõem os seus pontos de vista com enlevo politicamente correcto. Não se calam. Apresentam números atrás de números - especialidade muito na moda. É saudável fazer meninos, dizem. É importante para que o país Portugal não envelheça e morra. Mas não reconhecem que têm gradas responsabilidades nessa morte anunciada. Não se fazem meninos à toa, seus palermas. O que temos para oferecer a quem aí vem? Não é a pobreza que lhes está prometida? Se não querem que a malta foda na base do sexo pelo sexo, apresentem políticas sérias de desenvolvimento do país e da Europa. Ou então vão-se todos foder. 
facebook

quarta-feira, 16 de julho de 2014

LIVROS E LEITORES | Não vejo telenovelas. Não tenho a mínima curiosidade em perceber como funcionam os concursos televisivos. Estou farto de humores de caserna. Quando quero ver televisão sintonizo os canais informativos. A SIC-N tem dias, mas é muito frequentável. O frente-a-frente, conduzido por Ana Lourenço, tem a graça que os convidados lhe vão conferindo. Tem dias, lá está. Hoje apresentaram-se José Eduardo Martins e Brilhante Dias. Olha que dois. Mas Martins ganhou a contenda do disparate. Iniciou a sua prestação enaltecendo um livro sobre a senhora que é mãe do "melhor jogador do mundo". A senhora chama-se Dolores e o livro parece que se chama "Mãe Coragem". Segundo o novel crítico literário aquilo não é literatura cor-de-rosa. Pelos vistos é literatura da crescida. Da boa. O homem não poupou em adjectivos para ajudar ao sucesso de tão elevada obra. Grande José Eduardo Martins, quando sair um livro de José Castelo Branco avise, ok? A malta não quer perder uma linha do bom português que se publica em Portugal. Bem haja.
facebook
APOLOGIA DA DIFERENÇA | O PSOE não aprovou a eleição de Juncker para chefe da Comissão Europeia. A nova liderança, com Pedro Sánchez ao leme, foi clara na recusa, acrescentando à rejeição o facto de Juncker ter as mais salientes responsabilidades no estado a que a Europa chegou. Também esclareceu que a esquerda não é igual à direita. Não pode ser, acrescento eu. Tenham paciência.
facebook
O PAI-NATAL | Passos Coelho despertou agora para a natalidade. Minto, é mais para a falta dela. E lá veio ele com o tradicional discurso tipo mestre-escola, em redondo, carregado de imagens de infantário. Tudo explicado ao povo como se o povo tivesse todo quatro anos. O que a lamentável criatura não consegue explicar é como vai promover a natalidade aplicando as políticas que aplica. Quem é que vai pôr gente no mundo quando é garantido que o salário mínimo que é apresentado ao fim do mês a uma imensidão de portugueses é o que é e vão com muita sorte. Quem vai fazer bébés quando a redução da assistência social é um facto? Quem vai desejar uma gravidez quando a perspectiva de emprego digno para pais e filhos é inexistente? Bem, há um lado positivo: sempre se fornece mão de obra barata para alimentar a fúria dos mercados. Mas, a sério, muito a sério, quem pode ouvir o pai-natal Passos sem lhe fazer um manguito?
facebook

terça-feira, 15 de julho de 2014

Ana Drago admite criação de nova plataforma política
ASSIM NÃO | Nova plataforma. Cada um que se zanga transforma-se em movimento de massas. São todos fantásticos. E querem a união da esquerda, é claro. Todos. Quantas plataformas serão necessárias para unir a esquerda? Nunca teremos uma alternativa de esquerda em Portugal. Tirem o cavalinho da chuva. Nunca veremos a esquerda a governar unida. E desunida não vai a lado nenhum. Parabéns aos trogloditas que votam na direita. Terão sempre motivos para festejar. Nós não. 
Notícia SIC-N
facebook

segunda-feira, 14 de julho de 2014

OS MESTRES DA USURA | Quando a corda esticou, surgiram de imediato os excelsos especialistas em economia e finanças assegurando que os bancos portugueses não estavam na corda-bamba. Juro que até ouvi dizer que eram um exemplo para o mundo financeiro. Agora percebemos o motivo de tanta competência. As contas foram feitas ao jeito de uma realidade guardada nos cofres da usura. As falcatruas transbordaram. Era assim. Era o sistema. Era a vida. Os banqueiros apoiaram e derrubaram governos. Foram os timoneiros de embarcações à deriva, coadjuvados por comentadores de meia-tigela promovidos à pressa a grandes conhecedores das realidades todas. Decretaram o inevitável. Acredito que não estivessem a mentir. Diziam o que achavam que deviam dizer. À toa. Alguns propositadamente instalados nos écrans sem contraditório. Era preciso dizer a toda a gente que estes ajustamentos eram inevitáveis. Agora deu nisto. Ou seja: nada dá com nada. Os que nunca acreditámos nestas tretas não ficámos admirados. Os que confiam porque eles lá saberão o que estão a fazer, provavelmente vão continuar a confiar. É o sistema. É a vida. É uma merda.
[Imagem: O Usurário, pintura de António Dacosta]
facebook

domingo, 13 de julho de 2014

OLHA QUEM FALA | Depositantes podem confiar no BES, diz o confiável primeiro-ministro. Depois destas declarações de Passos Coelho, confesso que fiquei muito mais descansado. 
Notícia Económico
facebook

sábado, 12 de julho de 2014

CHARLIE HADENDeparo com esta notícia e não quero acreditar. Morreu Charlie Haden. Quando ouvi um LP seu, em 1975, despertei para os sons mágicos que dedilhava no contrabaixo. Nunca mais o perdi de vista. E de ouvido. Tocou Grândola e tocou Carlos Paredes. Foi solidário com a malta que queria uma vida nova aqui em Portugal e no mundo. Diz quem o conheceu que era, para além de todos os talentos que lhe são reconhecidos, um tipo porreiro. E a gente acredita. Quem vive daquela maneira só pode ser um tipo porreiro. Ficamos com a música, é certo. Mas é triste perder gente assim. Muito obrigado, Charlie.
facebook

sexta-feira, 11 de julho de 2014

SOLIDARIEDADE COM OS JORNALISTAS DA CONTROLINVEST EM GREVE | Protesto contra o despedimento colectivo de jornalistas do DN, JN e TSF.
facebook

quinta-feira, 10 de julho de 2014

Reguladores e ministra das Finanças chamados ao Parlamento por causa do BES
Notícia Expresso
 

CONTAS SÃO CONTAS | Estava aqui a pensar nisto: se esta senhora e os seus amanuenses tiverem que ir ao Parlamento por causa de todas as falcatruas instaladas, não será melhor acamparem nos jardins de São Bento? Ficavam ali à mão, e, como agora está bom tempo, até podia ser divertido para eles. E sempre poupavam algum em combustível e outras logísticas. É só uma sugestão. Foi com boa vontade. 
facebook
O TALENTO É UMA COISA FODIDA | Não há pachorra para tanta selfie. Quem aderir a esta foleirice e o plasmar aqui é imediatamente desamigado. O gajo desta fotografia já foi. As miúdas e o choninhas não conheço. Nem quero. O Bruno Nogueira está a dizer à Manuela Azevedo que o Roberto Leal é uma pessoa incrível. E também está a dizer que acha que a música "pimba" é interessante. A equipa do Papa Francisco vai disputar a final do campeonato do mundo com a equipa do Papa Bento. Saia um barril de cerveja e também duas bandejas de caracóis para aquela sala ali do fundo do Vaticano. Um vizinho disse-me que vai a pé a Fátima um dia destes. Estou enjoado. Com vómitos. Se calhar comi ou vi alguma coisa estragada. Ou então é mau feitio. No próximo domingo, antes de ver o jogo, vou à missa. Mas agora vou ver se durmo. Vamos lá a ver se consigo. Está dito.
facebook
SÃO OS MORDOMOS DO UNIVERSO TODO | Esta de um candidato a presidente da Comissão Europeia desligar do plenário, e deixar de ouvir um deputado para responder a uma mensagem de telemóvel da mulher, é atitude que revela bem quem a direita quer a dirigir a dita comissão. Será que Juncker pode um dia abandonar uma sessão do parlamento europeu para ir ao supermercado? Ou sair para ir tratar da revisão do jipe que conduz ao fim-de-semana? A falta de respeito desta gente pela opinião dos outros revela-se desta maneira caseira, de vão de escada. Até custa a acreditar que são estes mordomos que nos governam. Notícia Diário digital
facebook

quarta-feira, 9 de julho de 2014

MAS A BOLA NÃO É REDONDA? | Não vou em futebóis. Raramente me meto nesses apertos. Só mesmo quando a coisa resvala para ameaças à nossa vida colectiva. No meu tempo de rapaz, um jogo de futebol era apenas um jogo de futebol. Hoje é um negócio de milhões que ora elege heróis ora os transforma em vilões. O Brasil investiu em algo que poderá estar muito acima das suas possibilidades, de facto. Isso mesmo poderá pensar agora o povo do país do futebol. Dilma já disse que se vive um dia muito triste. É isto que me provoca algum desconforto: transformar-se a derrota de uma equipa de jogo da bola em derrota de um povo. E atribuir-se a uns poucos profissionais de um desporto a culpa de todos os males pátrios. É preocupante. Muito preocupante.
facebook
CURSO DE MARKETING POR CORRESPONDÊNCIA | O primeiro-ministro de Portugal pediu um estudo à OCDE. A encomenda tinha um briefing simples: dar uma achega aos ajustes aplicados pelo Governo. O tatibitate que trouxe a encomenda disse o esperado: salário mínimo não é para subir. E disse mais umas balelas que assentam que nem ginjas no que Passos tem na moleirinha. Há discordâncias, é claro. As aparências são fundamentais. Passos Coelho saiu em delírio ideológico. Sai sempre. E percebe-se. Há operações de marketing caras, mas são todo um programa.
facebook

terça-feira, 8 de julho de 2014

A POLÍTICA NÃO É PARA TODOS | O Governo diz que a greve dos médicos é política. Nunca entendi tal argumento. O Governo não aplica políticas? Os médicos não têm o direito de reagir a essa aplicação? Ou a política é uma coisa desprezível e pouco recomendável? Sinceramente não percebo estes políticos da direita política. Provavelmente preferem a velha máxima salazarista: "a política é para os políticos; a minha política é o trabalho". De facto, a política não é para todos. Estes governantes não sabem muito bem o que isso é. É isso, não é?
facebook
A MADEIRA É UM JARDIM | É proibido apanhar flores.
Notícia DN
facebook
A VIDA NA SELVA | Anda aí uma fúria depuradora, não é verdade? A vigarice e a incompetência foram de tal ordem que não havia mais nada a fazer. Já que estão com a mão na massa, não deveriam mandar Bava e Granadeiro para o olho da rua? A empresa que gerem está submersa em ultrajes inclassificáveis. É uma vergonha mantê-los ao leme de tão perigosa embarcação. É que somos nós que pagamos a conta do estaleiro. É certo que corremos o risco de ver por lá Frasquilhos e outros alaranjados atilhos. Mas sempre se sentia alguma refrigeração, enquanto não vão todos para o raio que os parta. Pensem nisso.
facebook

segunda-feira, 7 de julho de 2014

25 DE ABRIL AGORA E SEMPRE | Hoje há festa na Associação 25 de Abril. Sim, cada apresentação deste livro é uma festa. Lá estarei. Lá estaremos. 
facebook

domingo, 6 de julho de 2014

MANÍACO-DEPRESSIVOS | Professores para quê? O prestimoso Governo da nação premeia os municípios que façam omoletes sem ovos. Vamos acabar de vez com a educação. A educação paga-se. Vão para a escolas privadas. Quem não tem dinheiro deixe-se de estudos e merdas dessas. Vá trabalhar. Venda t-shirts. Faça pipocas. Por este andar, ainda assistiremos à admissão de curandeiros nos hospitais. Aprendizes de curandeiros, porque os encartados ainda são caros. Reforce-se é a especialidade de neurologia. Estes governantes provocam neura colectiva. Notícia Público
facebook

sábado, 5 de julho de 2014

ASSALTO | Vitor Bento, Mota Pinto e Moreira Rato vão para o BES. O PPD/PSD não se contenta com pouco. Quer dominar tudo. Sá Carneiro sonhou com um Governo apoiado sem reservas por um Presidente indicado pelo bando de malfeitores. Mas os seus sucessores vão mais longe: Presidência, Governo e tudo o que mexe deve ser controlado pelos rapazes da infecta laranjada. Chegámos a este estado. Mau estado.
facebook

sexta-feira, 4 de julho de 2014

IRRELEVANTE RELEVÂNCIA | Parece que o irrelevante Presidente convoca o Conselho de Estado quando tem uma dúvida. Coisa que dificilmente lhe acontece. O Conselho de Estado, pousado na sua imensa relevância, projecta a sua irrelevante posição sobre consensos e mais não sei o quê. O Governo fica relevantemente inchado e ameaça os irrelevantes portugueses. Mais cortes, mais atropelos, mais penúria. Depois há o Tribunal Constitucional, mas parece que as relevantes instituições não lhe passam cartão. Aliás, anda uma matilha a governar-nos que não nos dá relevância nenhuma. Puta que os pariu. Era só esta irrelevante mensagem que queria deixar aqui hoje. Bom dia.
[Imagem: pintura de Eduardo Batarda. Fotografia de Nuno Ferreira Santos Público]

facebook

quinta-feira, 3 de julho de 2014



CONSISTÊNCIA | A vida não se resume em festivais. É isso, Geraldo.
facebook

quarta-feira, 2 de julho de 2014

PORQUE HOJE É UM DIA QUE HONRA O PANTEÃO NACIONAL
COM FÚRIA E RAIVA

Com fúria e raiva acuso o demagogo
E o seu capitalismo das palavras

Pois é preciso saber que a palavra é sagrada
Que de longe muito longe um povo a trouxe
E nela pôs sua alma confiada

De longe muito longe desde o início
O homem soube de si pela palavra
E nomeou a pedra a flor a água
E tudo emergiu porque ele disse

Com fúria e raiva acuso o demagogo
Que se promove à sombra da palavra
E da palavra faz poder e jogo
E transforma as palavras em moeda
Como se fez com o trigo e com a terra

Sophia de Mello Breyner Andresen
PARA ACABAR DE VEZ COM TUDO | Carlos Fiolhais acusa o Governo de liquidar a ciência em Portugal. Não é só a ciência que este governo está a liquidar. É tudo. Tudo o que não é empreendedorismo é supérflo. Tudo o que não rende é para eliminar. Não é só este governo que pensa assim. São todos os governos de direita da Europa e alguns outros com verniz de esquerda. Verniz de má qualidade, é claro.
Notícia Público
facebook
ARRANJA-ME UM EMPREGO | Os noticiários anunciam a coisa com rótulo de ÚLTIMA HORA. O primeiro-ministro arranca para os palanques como se comemorasse a Festa do Emprego. O desemprego continua a baixar. Pudera: põem a malta a fazer que está ocupada em programas específicos e a emigrar às centenas por dia. Para lá dos que já nem contam nos ficheiros por desistência. Festejam o desemprego como se o emprego estivesse a crescer. Não está. Só mesmo nas nomeações governamentais. Já não há paciência para esta propaganda bacoca. Esta matilha que nos governa devia meter a língua no saco e emigrar. Era um começo.
facebook 

terça-feira, 1 de julho de 2014

MANAGEIROS DA DESGRAÇA ALHEIA | São os grandes exemplos da iniciativa privada. Os ajustes públicos são coisa pouca. Sem relevância. São os neoliberais refrigerante: basta juntar água. Produtos instantâneos de qualidade duvidosa. Com uma vontade sem freio de ganhar dinheiro. É o sistema. São todos amigos. Até ver. Encontram-se em reuniões sociais da alta sociedade. Alta baboseira bem paga. Sim, tudo tem que dar algum, caso contrário as amizades são lançadas às urtigas. E se aquilo pica. Gerem empresas que utilizam a mentira para vender. Os colaboradores são instruídos para enganar incautos. Fazem de todos nós parvos. A arrogância imbecil frequenta-lhes as faces. O brilho intelectual não os protege. Mas o lucro não os abandona. São os novos heróis. Anunciados pelo poder como os novos salvadores da pátria e das nossas vidas. Ficamos sem jeito. Sem saber como agradecer-lhes. Vão de carrinho. De carrinho, que é mais rápido.
facebook
+