domingo, 30 de setembro de 2012

PORTUGAL APRESENTA... | Perante as declarações a que nos habituaram Passos, Borges, Relvas, Álvaro de Vancouver, Moedas, Macedo e mais os imberbes rapazitos que ocupam as sectretarias de Estado, podemos dizer, sem hesitações, que este Governo sabe o que anda a fazer? Ou estaremos antes a assistir a um soberbo happening? Precisamos de mais esclarecimentos. Deviam mostrar-nos a ficha técnica.
facebook

sábado, 29 de setembro de 2012


Que a medida é extremamente inteligente, acho que é. Que os empresários que se apresentaram contra a medida são completamente ignorantes, não passariam do primeiro ano do meu curso na faculdade, isso não tenham dúvidas

UM ILUSTRADO PALERMA | Este senhor ainda é conselheiro de Passos, não é verdade? E Passos, Gaspar e o resto da quadrilha estão de acordo com ele, não é verdade? São todos muuuito inteligentes, não haja dúvida. Inteligentes e bem remunerados, claro. A inteligência, para eles, tem apenas essa função: sacar umas massas. Este professor chumba alunos só porque têm uma opinião diferente da sua? Que argumento tão ridículo. Alguém lhe devia dizer que nós não somos seus alunos. Nem somos completamente ignorantes. Nem estamos dispostos a aturar esta arrogância imbecil. 
E não precisamos de ser chumbados, claro está.
facebook

sexta-feira, 28 de setembro de 2012



NOVOS VELHOS AMIGOS | Ontem encontrei um amigo que não via desde os tempos de outras crises. Já nem nos lembrávamos de quais. Mas conversámos como se nos encontrássemos todos os dias. Disse-me que me encontra diariamente por aqui. Não concorda com tudo mas, por isso mesmo, sabe que continuamos às voltas das preocupações de sempre. Leu um livro que mencionei e trocámos umas ideias sobre o assunto. Falou-me de um problema de saúde que o agride. Senti tudo a desabar. Mas ele pareceu mais preocupado com o que nos agride a todos. Isto está lindo, está. E lá voltava às minhas sentenças no blogue. Sei que não mereço esta atenção - o que aqui desabafo não passa disso mesmo: desabafos de circunstância. Mas soube bem falar com alguém que percebe quando as amizades rolam apesar das distâncias. Estes novos meios de comunicação permitem um aconchego diferente, mas não substituem o toque, o sorriso, a palavra viva. Cada vez mais encontramo-nos menos. Claro que também é bom ficar em casa, mas perdeu-se a sensação boa de sabermos onde encontrar toda a gente. Estávamos lá todos. Tropeçarmos uns nos outros era a coisa mais normal do mundo. Os livros, os filmes, os copos, as ideias, os petiscos, as discussões, pairavam por ali. Que saudável que aquilo era.
Este encontro de ontem, ocasional, aparentemente sem nada de especial, soube-me a uma grande festa. Uma grande gala que celebrou a amizade. Aconteceu ao virar da esquina. Uma história simples. Um grande acontecimento.
O abraço de sempre para ti, amigo.
facebook

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

GARGANTA FUNDA | As fundações valem o que valem. Valem muito para quem as fundou. Valem ainda mais para quem as vai fundando. Quem as extingue não esquece os fundadores. São um saco sem fundo. Uma funda de fácil arremesso.  É suposto as fundações fundarem. Por cá fundam os seus próprios privilégios. Mantém-se benefícios fundadores. Existem as excepções a esta regra. Todos sabemos quais são. Que fiquem as fundações que fundam, e não as que nos afundam.
facebook

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

SAPIÊNCIAMitt Romney não percebe porque as janelas dos aviões não podem ser abertas.
Este homem coloca a hipótese de vir a exercer o cargo de presidente dos EUA. Até parece mentira, mas é verdade. Não sei se o seu correligionário Bush foi tão longe na exaltação da sapiência. O mundo está a ficar um lugar perigoso. Muito perigoso mesmo.
Ok, ele afinal estava a brincar. Esta malta é danada para a brincadeira.


terça-feira, 25 de setembro de 2012

ATÉ TU, BRUTUS | Se o descontentamento alastra a quem era suposto conter o descontentamento, então parece que o descontentamento está a alastrar a todos os cantos e recantos onde não era suposto alastrar. Ou se calhar até era. É. Assim é que é. 
facebook

segunda-feira, 24 de setembro de 2012


EM SENTIDO DIFERENTE | Dedicado ao senhor ministro da Administração Interna. Eu sei, eu sei que ele não merece. Aos palermas a sua palermice. É só pelo prazer de partilhar a música de José Afonso. Nós vamos em sentido diferente, pois claro.
facebook

domingo, 23 de setembro de 2012

TRISTES CROMOS DE LUXO | O mundo desaba, mas insiste-se, com alarido de capa e tudo, na análise à tristeza de um cromo de luxo da bola. Estas novelas recrutam resmas de luminárias para o comentário. Comentário que depois se mistura com política - é vê-los abraçar as grandes causas regionais, em vistosas campanhas para embalar incautos. Quase todos trajam de laranja. 
Que triste e monocromático mundo, este, o da bola.

sábado, 22 de setembro de 2012

ROTEIRO | Este fim-de-semana vou esquecer Passos e a prosápia, Relvas e os videirinhos, Portas e os submarinos, Gaspar e as calculadoras, Álvaro e os "betinhos". Moedas e a falta delas. Este fim-de-semana só me vou lembrar de coisas boas para fazer. 
Um bom fim-de-semana para todos.
facebook

O CONSELHO FICOU CÁ NUM ESTADO... | É tarde. Muito tarde. Mas finalmente sai fumo branco. O comunicado do Conselho de Estado mais parece o relatório de uma reunião de condomínio, mas não deixa dúvidas - A peregrina medida que alterava a TSU, foi arrasada. Os conselheiros pediram alternativas ao disparate proposto pelo Governo. Passos e Gaspar foram convidados a ter juízo. Do mal o menos.
facebook 

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

PORTUGAL NÃO É A GRÉCIA | Ainda bem que os nossos governantes nos lembram esse rigor geográfico. Confesso que andava com algumas dúvidas. Mas então Portugal é diferente em quê?
facebook 

OUÇA UM BOM CONSELHO | O Conselho de Estado continua reunido. O Estado continua em mau estado. O mau estado do Estado continua. O estado a que isto chegou é preocupante.
facebook
CUIDADOS INTENSIVOS | PSD e CDS criam grupo de acompanhamento da coligação. Estes "piquenos" são tão irrequietos. 
Só se metem em brincadeiras parvas. Todo o cuidado é pouco.
facebook

quinta-feira, 20 de setembro de 2012


RAPAZIADAS | Parece que Passos Coelho se quis demitir por mor dos desentendimentos com Paulo Portas. É o que se diz por aí. Uma coisa é certa: Moreira da Silva comunicou que Portas não sairia da contenda sem resposta. As reuniões sucederam-se e nada. Parece que Passos está a ponderar o que vai dizer. Está tudo muito certo, mas já ultrapassa todos os limites. Passos ter dito aos seus companheiros de partido que as intempéries acabariam em 2013, vale o que vale. Passos ter anunciado, passados uns dias, poucos, medidas que anulam esse entusiasmo, vale mais qualquer coisa - interfere nas nossas vidas. Passos ter ido divertir-se num espectáculo de variedades depois de ter anunciado as medidas, poderá valer pouco - é ócio vulgar e parolo. Mas as trapalhadas raiam a irresponsabilidade e lembram brincadeiras de crianças. Só que estes meninos brincam à roda de um país. E já são muito crescidos para lhes acharmos graça. Não será já tempo de acabar a brincadeira?
facebook

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

AGOSTINHO FERREIRA | Este senhor completa hoje setenta e cinco anos de existência. Uma existência que dedicou ao seu ofício de sempre. É um dos melhores profissionias da história das artes gráficas em Portugal. Passou para as delicadas transparências muitos trabalhos meus: cartazes, brochuras, capas de livros, tudo o que o trabalho exigia. Foi desenhador gráfico. Um mestre. Hoje a sua profissão não existe. A revolução informática encurtou distâncias, e prescindiu de profissões de gente que as exerciam com toda a precisão. Tudo mudou. Hoje, o designer ou o art director podem resolver e completar ideias no desktop do seu computador. Mas Agostinho percebeu tudo e, conhecedor de todos os ofícios da actividade, abraçou outras tarefas com igual empenho e competência. As revoluções não lhe metem medo. Não fosse ele um homem de esquerda, sempre disponível para todas as mudanças que dão força e razão à evolução da humanidade. Homem de grande consciência política, rejeitou a ditadura de Salazar e combateu-a. Fez teatro amador, foi animador de colectividade, amigo dos amigos. Leitor entusiasmado, aproveita o tempo que a merecida reforma lhe concede para devorar as páginas em que procura prazer e conhecimento.  É um prazer conhecer este homem. Um grande senhor que hoje acrescenta mais um ano a uma existência de se lhe tirar o chapéu. Parabéns, senhor Agostinho. E obrigado por tudo.
facebook
SANTIAGO CARRILLO | Combateu a miserável ditadura de Franco. Percebeu o que estava em causa na transição para a democracia. Foi um combatente. Um político de primeira. Um ser humano inteiro. Morreu um homem bom.
facebook
LITERATURA E AFINS | Maria Teresa Horta recusa-se a receber prémio D. Dinis das mãos de Passos Coelho. Ainda há quem não se renda ao tacho, que diacho. Parabéns a Maria Teresa Horta, pelo prémio e pela atitude. O gabinete de Passos Coelho já desvalorizou a declaração da escritora. Fez bem. Estas coisas têm valores diferentes. Assim se confirma que o Governo não tem valor nenhum.
facebook

terça-feira, 18 de setembro de 2012

PATÉTICO | Mário Crespo está a justificar-se, em directo, por causa de críticas às suas referências diárias aos gastos com a televisão pública. O homem fala como se fosse ele próprio a oposição ao serviço público de televisão. E fala com ar solene de estadista em desalinho com governados. Ridículo. 
facebook
HOMENAGEM |  Coimbra. Zeca. Voz. Verticalidade. Amargura. Morreu hoje. Obrigado, Luiz.
facebook
SUGESTÃO | O problema maior não é Passos Coelho ter estremecido de sensibilidade social e ter pedido desculpas pelo apoio que se sentiu obrigado a dar a medidas do anterior Governo. O problema maior não é ter esquecido tudo isso e disfarçado com o palavreado da fatalidade. Nem é problema ir a espectáculos de música ligeira depois da revelação dessa inevitabilidade. O problema maior é ter escolhido ministros e assessores sem raspas de sentido político e raspadinhos de formação humanistica e sensibilidade social. Termos operadores de máquina de calcular a gerir a nossa vida comum é um problema, e dos grandes. Passos podia ir ser bonzinho e condoer-se com a desgraça dos seus conterrâneos, para a intimidade de sua casa. Ía-se entretendo a ler livros que os autores nunca escreveram, lamentava a vida dos portugueses, podia chorar até, mas sem a ousadia de ser primeiro-ministro. Assim não tínhamos esta corja de incompetentes a tentar resolver o que não sabe. É só uma sugestão.
facebook

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

PARA MAIS TARDE RECORDAR | Esta imagem pertence ao passado. Um feliz e promissor casamento. Lindo. Mas um casamento feliz não dura sempre. Ou dura até que a morte provoque a definitiva separação, ou dura muito menos devido a outros enleios.
 As traições e os mal entendidos levam muitas vezes a violência doméstica. A violência é de lamentar. Sempre. 
Será que este divórcio vai ser civilizado?
Por mim, estou-me nas tintas. 
Não conheço os noivos. 
E não fui ao casamento. 
facebook
ESTALOU O VERNIZ  | As famosas medidas anunciadas por Passos e esmiuçadas por Gaspar causaram feridas mortíferas na coligação governamental. Moreira da Silva anunciou, em conferência de imprensa, reacção do PPD-PSD às declarações pouco esclarecedoras de Portas. Aguardemos. Portas portou-se, de facto, como um amador. As tão apregoadas atitudes de Estado foram atiradas para o caixote da irresponsabilidade. Portas não pode ser Governo por um lado, e oposição por outro, quando isso lhe dá jeito. Entretanto, Mota Soares, o ministro responsável pela Segurança Social que, segundo Passos Coelho negociou as medidas, desapareceu em combate. Relvas reaparece para vociferar as habituais inanidades. Alberto João jardim defende o fim do regime. Como nos tempos de juventude foi adepto de Salazar, ficamos com a dúvida: que tipo de regime defende este excessivo utilizador do regime vigente? Alberto João Jardim senta-se no Conselho de Estado. Mais essa. Marcelo Rebelo de Sousa reconhece que se enganou, mas deupouca importância aos protestos. Afinal os portugueses são pouco sensatos, não é verdade? As maiores manifestações de sempre em Portugal disseram bem alto que a pachorra está a acabar. A direita é evidentemente conservadora. Quando fala em mudança é para andar para trás.
O meu momento professor Marcelo Rebelo Karamba de Sousa: sempre previ e disse-o aqui, que a direita ia partir isto tudo. A estratégia destes ferozes neoliberais é entregar a nossa existência aos responsáveis pelo estado a que chegámos. Para além de tudo e custe o que custar. Privatizar, privatizar, privatizar é lema. Mas não acertei na absoluta incapacidade política desta trupe de incompetentes. A direita experimental é um desastre. Cavaco vai ter de lidar com isto tudo. O Presidente chamou Gaspar ao Conselho de Estado, em nítida demonstração de falta de confiança em Passos Coelho.
E nós? Nós tudo faremos para que esta gente seja corrida das nossas vidas. Não nos calaremos. Contem com isso.
facebook

domingo, 16 de setembro de 2012

PORTAS FECHADAS | Portas falou, mas não disse grande coisa. Prefere aguentar a coligação mesmo mal e porcamente. A excelsa vaidade deste homem é sempre assistida por uma dose valente de pretenso humanismo. Funga, lamenta as chatices que afligem as gentes da terra, dá uma de responsável e abusa de esgares arrogantes salpicados por palavras amistosas. Um hipócrita indescritível. E fico por aqui no comentário.
facebook
ATITUDES | Excelente opinião de André Carrilho no DN de hoje.
facebook

sábado, 15 de setembro de 2012

CIDADANIA PARA ALÉM DAS ELEIÇÕES | Há quem diga que estas manifestações não levam a nada. Nada mais errado. Esta manifestação alterou a maneira de muita gente olhar para a política. Política também é isto. Muitos manifestaram-se pela primeira vez. É impossível ignorar uma demonstração de descontentamento com esta dimensão. O Governo não pode ignorar tamanho protesto. Ou pode, mas cá estaremos para lhe fazermos lembrar o quanto discordamos da trampa que andam a fazer. Não vamos desistir.
facebook

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

ENTREVISTA COM O VAMPIRO | Passos Coelho deu a entrevista que lhe é possível dar. O homem não tem mesmo trambelho. O resultado é patético. Viemos a saber que a contenda com o PP afinal não existe. A austeridade apresentada há uns dias atrás foi preparada por ele próprio, por Gaspar, por Álvaro e por Mota Soares. Ora Mota Soares é responsável pela Segurança Social e está inscrito no partido de Portas. A desavença entre Portas e Passos é hipótese absurda, portanto. Sobre a Taxa Social Única, Passos disse algo extraordinário: há países na Europa que têm taxas muito mais elevadas. Claro que não abordou os salários praticados nesses países. Não lhe interessava falar nessas diferenças. Mas giro, giro foi o apelo a Belmiro de Azevedo. Um luxo. O empresário foi informado sobre o que deve fazer na sua empresa, em directo, pelo primeiro ministro do seu país. Um desastre completo. Patético.
Estão sós. Toda a gente se demarca desta vergonha. Só a troika os acompanha porque dá jeito para as disparatadas avaliações. Mas o pior problema é este: o homem está convencido que percorre o único caminho possível. Um incompetente sem rumo e sem esperança governa este país num momento difícil. Estamos em fim de ciclo.
Esta gente tem de se ir embora.
facebook
UM PAÍS NÃO É UM TUBO DE ENSAIO | Manuela Ferreira Leite não entra no barco. E exorta a que sejamos nós a fazê-lo mudar de rumo. Não se incomode, minha senhora. Estamos a tratar disso. Para começar vamos protestar no dia 15. E depois se verá. Estamos cá todos os dias. Todos os dias são bons para tentarmos inverter o rumo. Gaspar e Passos não têm grande companhia na loucura que encetam. Moreira da Silva não conta. É só o papagaio de serviço. Relvas já nem estatuto de papagaio tem. Ninguém lhe liga. Esta trupe de irresponsáveis a que se insiste em chamar Governo tem que se ir embora. Passos que vá ser cidadão e pai, mas longe das nossas vidas. E Gaspar que vá fazer experiências para o diabo que o carregue.
facebook
ONDE ESTÁ WALLY? | Alguém sabe onde pára Cavaco Silva? Já respondeu ao apelo de Seguro? Já se pronunciou sobre os limites para os sacrifícios? Não? Ninguém sabe onde pára o Presidente de todos os portugueses? Presidente de todos os portugueses. Dizer isto já é uma graça. Uma piada de mau gosto, é certo, mas não deixa de ser uma chalaça. O homem é presidente mas é do raio que o parta...
facebook

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

OPINIÃO | Crespo pediu a Luís Filipe Menezes para ir falar com ele à SIC-N. O que Menezes diz é inacreditável. Na boca deste parolo encartado Passos dispensa segurança, é de uma humildade de dar graças... um santo, provavelmente. Claro que não falou no Mercedes que o gabinete do primeiro-ministro adquiriu muito antes de Coelho aquecer o lugar. Mas alguém pede a esta criatura opinião sobre seja o que for?
Já mudei de canal. desculpem a observação.
Bem, como mudei da canal não ouvi o anúncio de candidatura à Câmara do Porto. Pobre Porto.
facebook
COINCIDÊNCIAS | Já que no post anterior falei do ócio de quem governa, atrevo-me a colocar esta questão: porque será que tanto Passos como Gaspar escolhem comunicar-nos os atropelos à nossa dignidade momentos antes de um joguinho da bola? Será coincidência? Não creio. Como na bola a coisa corre bem, talvez seja uma espécie de intervenção cirúrgica de alto risco, mas com anestesia geral. Dia 15 vamos ver se resulta.
facebook


CARAS E TARAS | Esta fotografia anda por aí a  navegar. foi tirada no escurinho de uma festa comemorativa da carreira de um artista de variedades. Passos apareceu por lá, discretamente, dizem, logo depois de ter dado a cara pelo rombo colossal que provocou na vida dos portugueses. Este homem dá a cara pelo que for preciso. Estamos perante um estadista de um gabarito de que não há memória. 
facebook

terça-feira, 11 de setembro de 2012

NEM DÁ PARA COMENTAR | Este tótó está a falar com o Mário - Devem ser muito amigos, o homem repete o nome do pivot da SIC-N a cada minuto. O discurso ainda é mais viscoso do que o de Gaspar. Parece um pastor evangélico sem religião. Profetiza e diz que está em missão. Que parolo inenarrável. Há limites para a palermice. Livra!
facebook
BORGES, GASPAR & COELHO, LDA | Esta gente fala em esforço e sacrifícios de todos, mas sabe que são os mais desfavorecidos que pagam a crise que criaram. É mais fácil assim. Ao contrário do que diz Gaspar, o Governo não está interessado em proteger os portugueses mais desfavorecidos. Este Governo não protege gente que trabalha. Um Governo de direita só protege quem produz bens de consumo. Este Governo nem isso vai cumprir. É excessivamente neoliberal. Pratica essse luxo ideológico. Até os grandes empresários estão contra as medidas recentes. Ninguém vai ter dinheiro para comprar as coisas que os ricos vendem. Aliás, não vai haver dinheiro para nada. Nadinha. Comer já é uma aventura. Esta gentalha não interessa a ninguém. A direita é rasca. Rançosa. O verniz neoliberal estala ao primeiro toque. 
FALTA DE PACIÊNCIA | Esta criatura está nas televisões, a dizer coisas, muito devagarinho, acerca da porcaria de serviço que está a prestar ao País. O discurso é irreal. Entretanto passa em rodapé a notícia de que o ministro dos serviços financeiros do Japão se suicidou. Compreende-se o tom de velório na sala da conferência onde Gaspar se esforça por explicar a merda que anda a fazer. 
facebook
FOI EM SETEMBRO, 11 | O que tinha a dizer sobre o que aconteceu nestes dias, já o disse há uma ano atrás: arquivo BlogOperatório, primeiros dias de setembro de 2011.
Mas é preciso não esquecer. É preciso recordar, nestes tempos em que tudo parece desabar à nossa volta.
facebook

segunda-feira, 10 de setembro de 2012


DESABAFO
CARTA AOS DIRIGENTES DOS PARTIDOS DE ESQUERDA.
Caríssimos: Como cidadão, e como pessoa com respeito pela política, tenho a dizer o seguinte: assistimos a uma ofensiva política sem precedentes. A falta de respeito pelos cidadãos atinge níveis salazarentos. Actualmente, quem critíca o Governo é logo de seguida atacado no seu carácter, ou  de imediato são engendrados e divulgados episódios pretensamente pouco edificantes. Pacheco Pereira chamou a atenção para isso. Está em risco a nossa liberdade individual.  No que diz respeito à governação propriamente dita, o Governo tenta fazer de nós parvos. Não há nada a fazer - este é o único caminho, dizem. Nem anteriores entusiasmados apoiantes estão agora na berlinda de Passos. Não vale a pena evocar nomes. Exemplos não faltam. Os defensores das medidas do Governo militam numa credibilidade que raia o ridículo. Há contudo uma verdade insofismável: nada disto é surpresa para quem sabe o que acontece quando a direita ocupa o poder político. Os deputados do BE e do PCP sabiam, tal como nós, que não pisamos as carpetes do poder, o que ia acontecer. Logo após a queda do Governo anterior, Miguel Portas, em gravação vídeo, a partir de Bruxelas, chamou a atenção para a farsa coelhista. Classificou mesmo o actual primeiro-ministro de farsola. No dia seguinte à derrocada política do anterior governo, Passos foi à sede da Europa defender - humilhado por um evidente puxão de orelhas infringido pela senhora alemã - o que tinha lamentado nas medidas apresentadas pelo Governo de Sócrates. Miguel Portas estava carregado de lucidez. Mas Coelho fez cair o governo coadjuvado pelo BE e pelo PCP. Vamos esquecer isso. Sócrates estava de rastos. Era impossível haver apoio por parte da esquerda a que muitos chamam "não governamental". Toda a gente se portou mal nesta história. Eu acho que foi uma atitude irresponsável. Entendo que as atitudes políticas devem ser tomadas contando com as pessoas. E todos sabíamos o que aí vinha. Mas adiante. Agora estamos perante as políticas mais farsolas desde as correcções à dignidade humana e à liberdade de expressão iniciadas em Abril de 1974. Nunca um Governo ofendeu tanto os governados. As políticas anunciadas só ajudam quem já é favorecido. Acontece que sem desenvolvimento económico não há Economia que aguente. Ou seja, isto vai dar em desgraça e nada mais. Portanto, caros amigos das esquerdas portuguesas: entendam-se. Ou vamos concordar com estes trogloditas que asseguram não haver alternativa? A crise, ao contrário do que dizia antes das eleições o farsola que governa, é internacional. Mas primeiro temos que nos entender cá dentro. É a nossa vida que está nas mãos destes trastes. A direita entende-se. E nós? PS, PCP e BE devem abandonar preconceitos que os afastam. Há luxos estratégicos que nos estão a sair caros. A direita intimida o PS por se colar à esquerda "não democrática"? Concordará o PS que a esquerda parlamentar é antidemocrática? Que se lixe o que dizem os arautos da direita. É essa gente manhosa que decide o que devemos fazer? Borrifem-se na direita, e nos complexos íntimos de esquerda, e entendam-se. Entendam-se, ouviram? Isto antes que seja tarde. A situação não está para brincadeiras. Vejam lá isso.
facebook

domingo, 9 de setembro de 2012

AFINAL NÃO HÁ LIMITES PARA OS SACRIFÍCIOS | Este ser desprezível ainda é Presidente de todos os portugueses. É o que dizem as regras. Mas pouco presidente, é certo. E cada vez de menos portugueses.
facebook

sábado, 8 de setembro de 2012

TRISTE PAÍS | E pronto. Aí está. Passos não brinca em serviço. É preciso enriquecer mais quem já tem, para que quem já muito tem possa ajudar quem precisa. A lógica é esta. Desde a campanha eleitoral. Minto, desde o livrito "Mudar" que o senhor Passos escreveu muito antes das propagandas populistas. Mal e porcamente, mas escreveu. Está lá tudo, como dizem os crentes na Bíblia. Quem votou nele estava à espera de quê? Consolo?!
facebook

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

NA RUA COM SARTORIALIST | Os bons ambientes urbanos.
Gente bonita no chão do mundo.
The Sartorialist
facebook
PORTAS ABERTAS | O senhor Portas anda a promover o país pelo mundo. Preços de uva mijona, mas praticados com  entusiasmo de chefe de vendas. Ele é China, ele é Brasil, ele é o que for preciso. Externamente corre tudo pelo melhor. Internamente é como os interruptores: ora para cima, ora para baixo. Os submarinos emergem em permanente ameaça à tranquilidade. Também se percebe que Portas se incomode com a inabilidade gritante do senhor Passos, mas decida-se: serviço público de televisão e lei eleitoral necessitam de decisões urgentes. Não se pode estar rendido ao poder como se de um tacho se tratasse, assobiando para o lado como se nada fosse. A fanfarronada para telespectador ver, não chega. Sabemos que a direita é rançosa. Mas excesso de ranço provoca náuseas. 

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

UMBIGOS | O gestor egocêntrico que aparecia nos anúncios televisivos da marca que dirigia, é agora o escolhido pelo ressabiado Relvas para a administração da RTP. O homem diz que Passos é o melhor primeiro-ministro desde Sá Carneiro. Isto sem se rir nem nada.
facebook
DELINQUÊNCIA INSTITUCIONAL | O senhor Passos já fala em novo aumento de impostos. Os contribuintes de sempre já podem pôr as barbas de molho. Não há a mais leve inspiração ou competência política nas decisões da direita rançosa. O que restará depois de satisfazermos a carga fiscal? Afinal ainda haverá margem para sacrifícios, senhor Presidente? Alguém sabe como se faz o que fez o empresário-herói do supermercado que tem fundação e tudo, e muitos outros empresários exemplares? Gostava de saber como é que se passam a pagar impostos na Holanda. Diz que é menos violento. E até dá para dar entrevistas aos jornais e às televisões. Que se lixem os discursos de merda do senhor Passos. Avancemos com o heroísmo generoso e pio do senhor Santos do supermercado. 

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A IMPORTÂNCIA DA POLÍTICA | Moreira da Silva, porta-voz do PSD, chama politiquices ao não entendimento com o parceiro de governação CDS-PP, no debate sobre a lei autárquica. Como correu mal, não é coisa que motive este democrata. Há tanta coisa urgente a resolver. A crise é prioridade quando dá jeito. E deve fazer esquecer o que não lhes agrada. O que será a Política para Moreira da Silva? E a Democracia? Ele quer lá saber.

terça-feira, 4 de setembro de 2012


FELIZ ANIVERSÁRIO | De Harold Pinter, pelos Artistas Unidos, estreia hoje no Teatro da Politécnica. A peça foi traduzida por Artur Ramos e Jaime Salazar Sampaio. É encenada por Jorge Silva Melo. 
Até 27 de Outubro.
facebook

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

REGRESSO ÀS AULAS | Passos diz, em vitoriosa intervenção na universidade de verão dos "piquenos" do seu partido, que o país está muito melhor e que os sacrifícios valem a pena. Passos continua coerente nos seus propósitos. Prometeu o inevitável empobrecimento e está a consegui-lo. Prometeu ir para além do acordado com os financiadores e está orgulhoso com o feito. Não, o homem não ensandeceu. O homem promete e cumpre. Passos não está só. Tem a seu lado uma chusma de competentes funcionários apostados em servir as famílias que insistem em dominar para além do razoável. Ao contrário do que para aí se diz, Passos faz política. Uma política que define comportamentos económicos específicos. É preciso apoiar os grandes para que estes possam ajudar os pequenos. Sempre foi assim, dizem. É a vida, insistem. Um raio que os parta a todos, diremos nós.
facebook

domingo, 2 de setembro de 2012

EMMANUEL NUNESLisboa31 de Agosto de 1941 – Paris2 de Setembro de 2012 | Homenagem.

SISTEMAS DE ENSINO | Os dois maiores partidos do sistema exibem agora, e em simultâneo, as suas montras de produtos frescos. Os futuros animais políticos, largam por uns dias as entretengas no quarto, e vão ouvir os mais mediáticos conversadores em irreais conversas da treta. Estas ridículas actividades a que ousam chamar "universidades de verão" não passam disso mesmo: tontices de verão que valem o que valem: rigorosamente nada. Mas estações televisivas cobrem de mimos aquela inexistência. Será isto um exemplo de serviço público fornecido por privados, tão apregoado pelos defensores do fim dos canais públicos?
UM HOMEM ÀS DIREITAS | A direita americana quer colocar este casalinho na casa Branca. Entre os mais ilustres apoiantes, as parvoíces sucedem-se. É o costume. Uma lei que defenda a mulher de um parto indesejado, em caso de violação, incomoda esta gente ridiculamente ignorante. Clint Eastwood aceitou representar o papel de idiota útil. Ou inútil, esperemos. O país crente e retrógado, que não acredita que um dos seus pisou o solo lunar, sai em defesa de atitudes estupidamente medievais. A reeleição de Obama não vai ser uma ligeira caminhada pelo passeio da fama. O mais influente país do planeta pode ser entregue à tropa fandanga da direita mais imbecil. É assustador. O mundo está mesmo a ficar um lugar muito perigoso.
facebook

sábado, 1 de setembro de 2012

REI É REI | O rei caçador voltou a atacar. Desta vez não um animal irracional de quatro patas com tiro a preceito, mas sim um seu súbdito e servidor. O monarca disferiu um murro no motorista por este ter tido o descuido de colocar o automóvel onde sua alteza não queria. Vejo de relance, em outro jornal, o ilustrado pretendente ao trono de Portugal assegurar que o país não estaria como está se fosse a monarquia a ditar as regras. A gente olha para Espanha e acredita. E percebe como as coisas poderiam ser resolvidas. Provavelmente a murro, pois. Será que o país vizinho se considera bem representado por uma criatura que lhes foi imposta por um alegado deus que, pelos vistos, lhe confere o estatuto de ser alarve e pouco civilizado?
facebook


SETEMBRO | Gosto de setembro. Ainda transportamos a leve memória dos dias de agosto, mas já respiramos a exigência do tempo que se aproxima. Vem aí a transpiração. é certo. Mas, nestes primeiros dias de setembro, ainda parece que tudo é possível. Sentimos que há qualquer coisa de novo que agora começa. Sinto-me sempre assim, em setembro. 


O RANÇO DA DIREITA | Esta criatura passou pelo verão como cão por vinha vindimada. Apesar de pantomineiro ser o seu nome do meio, o dr. Passos não encontra outro amigo que consiga fazer as maiores trafulhices ao mesmo tempo que exibe este labrego sorriso de orelha a orelha. A retirada, na altura em que outro amanuense de serviço anuncia a "resolução" do caso Televisão Pública, é apenas um exemplo de cobardia manhosa.  Gente assim faz falta a um governo sem vergonha. Reina a mais sorridente normalidade no governo manhoso da direita rançosa. 
+