terça-feira, 30 de março de 2010

Receituário



VISITAS GUIADAS
3.ª FEIRA A 6.ª FEIRA
10H – 11H30 – 14H – 15H30

ATELIERS
SÁBADO, DOMINGO E FERIADOS
11H > 13H – 15H > 17H
LIMITADO A 10 CRIANÇAS

MARCAÇÃO DE VISITAS
210 028 159 – 210 028 105
maria.dantas@edp.pt
raquel.eleuterio@edp.pt

CENTRAL TEJO
Avenida Brasília, Lisboa
3ª FEIRA A DOMINGO DAS 10H ÀS 18H
Entrada gratuita

segunda-feira, 29 de março de 2010


30 - ARQUIVO
Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Foi o catálogo da exposição que decorreu na Antiga Fábrica de Rações do Beato, entre Fevereiro e Abril de 1998. Documentava, em fotografia, a zona oriental de Lisboa, então em recuperação devido à vizinhaça do recinto da Expo'98.
Fotografias de Ricardo Martins, Diana Gazeau, Paulo Pascoal e Dulce Fernandes. Todos finalistas do Departamento de Fotografia no AR.CO

CAMINHO DO ORIENTE
GUIA DO OLHAR

Edição: Livros Horizonte
Paginanação electrónica: Maria João lucas
Produto: Catálogo
Software: QuarkXPress
Fontes tipográficas: Mason Sans | Filosofia - Emigre

Pré-impressão: Policor
Impressão: Printer Portuguesa

Lisboa. 1998

sábado, 27 de março de 2010


29 - ARQUIVO
Trabalhos concebidos entre 1985 e 2010. Direcção de imagem da minha responsabilidade.

Comemorações | Dia Mundial do teatro
Edição: Câmara Municipal de Palmela
Produto: Folheto
Software: Adobe InDesign
Fontes tipográficas: Emigre Fonts

Palmela. 2010

sexta-feira, 26 de março de 2010

Receituário

Há crimes que compensam

quinta-feira, 25 de março de 2010

Perdoai-lhes, senhor


Veio-se agora a saber que o Papa Ratzinger encobriu pecados monstruosos no tempo em que tinha poder junto das comunidades onde ocorreram os ditos. O NYT já leu o sermão.
Há pouco tempo, e em funções ainda com mais capacidade de decisão, pediu desculpa às vítimas dos seus subordinados. Mas pelos vistos há quem não se conforme com o seu silêncio no passado. Se calhar é por isso que vem a Fátima em Maio. Vem pedir à santinha que lhe perdoe.

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Heróis dos ares


Os heróis que preenchem os céus com os seus airosos voos, exigiram acrescentar algo ao seu parco vencimento. Nada mais justo. Resolveram ficar em terra, como forma de protesto, por um determinado período. Mas a instituição a que pertencem fez um acordo com os nobres heróis dos ares que assim desistiram da sua justa luta. Os aviões vão subir. Os que ficam em terra agradecem esta compreensão e humildemente reconhecem tão elevada decisão. Bom voo.

terça-feira, 23 de março de 2010

Crise nervosa


Os candidatos a líderes da oposição social-democrata de direita - confesso que nunca entendi como é que a social-democracia é de direita, mas adiante -, estiveram a conversar na televisão sobre os seus projectos para o País. Esqueceram-se foi, precisamente, do País. O poliglota ridículo das batalhas contra a co-incineração não conta, é claro. Mas os outros, com Rangel à proa, revelaram-se uma desilusão. As propostas estão ao nível do umbigo de cada um. E cada um mostra o que tem para dar sem o pudor da responsabilidade. A discussão não vai muito além de acusações comezinhas: "Isso é o que o PS quer", "Sócrates não diria melhor", "Você está com o PS", são frases que poderiam ser ouvidas durante a contenda. Já percebemos que Passos Coelho faz o seu passeio pela avenida. A liderança espera-o. Mas para quê? Há crise no País e no Mundo. E há crise na oposição que tudo faz para provocar uma crise governativa no País. Já é doença. Ora porra para as crises.

segunda-feira, 22 de março de 2010

28 - Arquivo


Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Foi o primeiro trabalho que desenvolvi para o projecto Expo'98, antes de integrar o estúdio gráfico que acompanhou todo o percurso de divulgação e imagem da exposição. Este catálogo registou a exposição que divulgou as ideias para o recinto. As fotografias foram assinadas por Mário Cabrita Gil e Estereofoto. A mostra teve lugar na Central Tejo entre Novembro e Dezembro de 1993. Todas as ideias ficaram aqui guardadas.

IDEIAS PARA UM LUGAR
CONCURSO DE IDEIAS PARA O RECINTO DA EXPO'98
Edição: EXPO'98 | Comissariado da Exposição Mundial de Lisboa
Fixação e revisão de texto: Fernando luis Milheiro
Produto: Catálogo
Software: QuarkXPress
Fontes tipográficas: Gill sans

Pré-impressão: Fotocompográfica
Impressão: Sociedade Tipográfica, S.A.

Lisboa. 1993

domingo, 21 de março de 2010

É oficial


O Sol está aí. A Primavera entrou sem pedir licença.
Bem-vinda.
Imagem: Mark
Rothko

sábado, 20 de março de 2010

Encerrados para limpezas


Um grupo muito razoável de compatriotas nossos resolveu limpar a nossa terra. Fizeram bem. Atitude louvável. Mas ao ver o Presidente, a Ministra do Ambiente e alguns autarcas rendidos à acção, fica-nos a sensação de que há coisas que não funcionam. Não haverá maneira de evitar que grunhos sem principios conspurquem o território que é de todos? Estas acções de cidadãos são muito engraçadas porque chamam a atenção para a necessidade de preservarmos o país limpo. Mas duvido que sejam eficazes. Em reportagem sobre o assunto, passada num canal de televisão, foram mostrados vários equipamentos abandonados que se topava à légua terem pertencido a um hotel ou coisa que o valha: sofás todos iguais, colchões e outros materiais. Não seria fácil identificar os responsáveis? A verdade é esta: quem vai limpar é quem não suja. E quem suja está-se nas tintas para estes festivais de folclore. Quem suja só funciona a toque de caixa. Triste realidade, digo eu. Perdoem-me se estou enganado.

Refeitório

sexta-feira, 19 de março de 2010

Gargalhada instável


Teatro Instável apresenta
André Gago e Joaquim Nicolau em
A Gargalhada de Yorick
Um Hamlet, dois actores... um espectáculo de André Gago
Auditório Municipal de Pinhal Novo
Espectáculo inserido nas Comemorações do Dia Mundial do Teatro
19 de Março, 21h30

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Receituário

Esta exposição de desenhos de Marta Wengorovius é o resultado de diálogos e a proposta de outros. A artista convoca para este encontro John (Cage), Edvard (Munch), Jorge (Silva Melo), Bruce (Nauman), Alberto (Carneiro) e Agnés (Martin) e todos aqueles que diante destas obras tomarem o seu lugar. Uma proposta de relação e de acção: usar o desenho, participar da obra.
Neste palco a artista encena as marcações e indica atitudes como na instrução de uso do desenho O banco de John C.:

Instruções de uso: "If something is boring after two minutes, try it four. If still boring, then eight. Then sixteen. Then thirty-two. Eventually one discovers that is not boring at all"
Use o banco de John C. quando precisar.


John, Edvard, Jorge, Bruce, Alberto e Agnés
MARTA WENGOROVIUS
Desenhos
18 de Março a 30 de Abril de 2010
Inauguração 18 Março de 2010, quinta-feira às 19h
Alecrim 50 | Galeria | Arte moderna e contemporânea
Rua do Alecrim, 48-50. Lisboa

Receituário

terça-feira, 16 de março de 2010

Santana roeu a rolha


O alarido agora é sobre a lei da rolha que Santana Lopes propôs e foi aprovada no congresso do PSD. Santana diz a Crespo, na SIC-N, que não anda por aí a fazer género. Mas vai confessando que nenhum candidato à liderança o convenceu ainda. Está à vontade: tem muito tempo para separar a boa da má moeda. Só terá que se calar sessenta dias antes das eleições. Ele lá sabe o porquê da encortiçada proposta.

segunda-feira, 15 de março de 2010

27 - Arquivo


Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Campanha de promoção da Zona de Turismo de Odemira.

Alentejo num só Concelho
Edição: Zona de Turismo de Odemira
Coordenação: Inês Lamim
Produto: Folhetos para promoção turística
Software: Adobe InDesign.
Fontes tipográficas: Emigre Fonts

Colaboração | Paginação: Tânia Reis. www.ddlx.pt
Pré-impressão e impressão: Corlito,
Odemira. 200o | 2004

domingo, 14 de março de 2010

Algodeia Café




Vim ler os jornais de domingo para aqui. Chama-se Algodeia Café e fica, como o nome não desmente, no jardim da Algodeia, em Setúbal.
O meu amigo Helder responde pelo sucesso deste agradabilíssimo lugar. Está aberto todo o dia e, quando as noites ficarem insuportavelmente quentes, este é um dos poucos sítios onde poderemos ser felizes. A simpatia do Helder merece visita. E o lugar também. Com o iPhone fiz o registo que encima este badalar.
Só perde quem não aparecer por lá.

sábado, 13 de março de 2010

Inclinações

Plano incllinado, na SIC-N - Medina Carreira já não controla o que diz. A coisa começa a ultrapassar o razoável. O discurso justiceiro mantém-se de programa para programa. É preciso queimar o País e retirar as "regalias" a toda a gente. Silva Lopes, que agora passou a frequentar o debate, confere, apesar de tudo, alguma dignidade à coisa. Mário Crespo comporta-se como intriguista de serviço. Aliás, Crespo é um intriguista profissional. A confusão instala-se quando se incompatibilizam. Quando entram no diz-que-disse, ficamos com dúvidas sobre o estado neurológico dos participantes. Medina lidera o delírio: "Está tudo mal. Nós é que sabemos".
Uma pequenez com complexos de grandeza.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Eu é que sou o presidente da junta

Money for the boys - A frase do ministro foi desastrosa. A reacção dos deputados no Parlamento foi untuosa. Teixeira dos Santos já deveria saber que ali, na AR, só podem dizer disparates os representantes dos partidos da oposição (é engraçado ouvir Bernardino Soares em entusiasmado apoio às palavras do camarada que fez a festa pelo seu partido). Achei o folclore excessivo. Não sei se a verba exigida para apoiar os presidentes de junta é um exagero, mas não havia necessidade daquele espectáculo deprimente. Basta medir as palavras. Lamentável.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Receituário


O Teatro Instável reabre o Espaço Instável ao público, a partir de 11 de Março, com uma programação regular de exposições de fotografia, pintura e escultura, comissariadas por Rui Soares Esteves.
A primeira exposição apresenta o trabalho que o fotógrafo Carlos Cardoso realizou nos ramais desactivados das linhas do Douro entre 2000 e 2002.
O percurso deste prestigiado fotógrafo português (que, no próximo mês de Julho, terá também uma gigantesca exposição no Museu do Oriente), pode ser apreciado em www.carloscardoso645.com

Carlos Cardoso | Ramais do Douro Desactivado
FOTOGRAFIA
Espaço Instável
11 a 31 de Março
Segunda a sexta, 16h/19h; Sábados, 15h/19h


O Espaço Instável fica no nº 168 da Calçada de Santana, a 10 minutos a pé para quem vem do Rossio, do Martim Moniz, ou dos Restauradores (subindo com vagar e poupando o fôlego, é como ir do Rossio ao Chiado, mas aqui sobe-se a encosta da Pena, por cima do Coliseu), ou a 5 minutos a pé vindo do Campo Sant’Ana, baptizado de Campo dos Mártires da Pátria (onde há um parque subterrâneo de estacionamento pago).
metro: Restauradores, Rossio e Martim Moniz; elevador do Lavra
Contacto: 218861875 / 917145939


(Comunicação promocional enviada por André Gago)

segunda-feira, 8 de março de 2010

Todos diferentes. E então?


Nós, os que circulamos pelas urbes como cão por vinha vindimada, tendemos a achar que já não há diferenças entre homens e mulheres. Elas estão ali mesmo ao lado. Muitas vezes dirigem projectos em que participamos. E exibem, também muitas vezes, doses de razoabilidade que nos fazem corar. Nada disso. Continua a haver prioridade masculina. Continua a existir sobrecarga de trabalho: aos trabalhos de casa e aos filhos (que ainda há quem ache que é coisa para mulher resolver), junta-se agora a carreira profissional. Isso mudou, de facto. A profissão é hoje um caminho. Tempos houve em que as mulheres nem sequer votavam. Não por não se enquadrarem nos eleitores apoiantes do regime, mas pelo simples problema de terem nascido assim: mulheres. Aqui há uns anos (poucos), um amigo lá de casa, ao ver que me encaminhava para o estendal exterior para apanhar uns guardanapos quaisquer, advertiu-me em ânsias para não o fazer: ó pá, não faças isso. O que dirão os vizinhos. Um dia destes vi esse meu amigo na televisão. Desfilava numa manifestação contra o "estado a que as coisas chegaram". Berrava os seus pontos de vista. Estava confiante na vitória.
É por esta e por outras que ainda vale a pena pensar na discriminação entre sexos. E nas discriminações todas. É que ainda há quem nos esclareça que a resolução de certas discriminações não está na ordem do dia. Há sempre outras prioridades.
O que fariamos nós uns sem os outros? Cabemos cá todos, ou não?
Digo tudo isto porque hoje é o dia da Mulher.
Vivam.

domingo, 7 de março de 2010

Biblioteca


Livros e autores - Breves comentários ao que vai saindo ou ao que vem a propósito

O que se vê quando se percorrem as estradas da nossa terra? Olhamos e vemos propaganda a negócios de automóveis, sanitários e materiais de construção, ou pura e simplesmente exibições pessoais de gosto particular. Tudo a rua da estrada aguenta. Este livro mostra esta rua que tão bem conhecemos, mas que nem sempre olhamos com bons olhos. Aquela sobreposição de conceitos, matérias e estilos incomoda-nos. São textos curtos. Colocam questões. Não apontam soluções. Álvaro Domingues, a páginas tantas diz: "Somos todos nós em versão multiplicada e condensada para ser vistos por quem passa".
Nem mais.

A RUA DA ESTRADA
Autor; Álvaro Domingues
Editor: André Tavares
Design: Drop
Edição:DAFNE

sábado, 6 de março de 2010

Refeitório

sexta-feira, 5 de março de 2010

Palácio cor-de-rosa


Cavaco permitiu que a SIC o acompanhasse durante um dia de trabalho. Comemoram-se quatro anos de presidência. O dia começa ao pequeno almoço. Sabemos que é um homem de gostos simples.
Depois vai para Belém. Lê titulos de jornais no carro, chega às dez e tal, recebe pessoas, almoça, e não responde nem a uma pergunta de Cândida Pinto que diga respeito à sua actividade política. O Presidente não se deve pronunciar sobre isto. O Presidente não se deve pronunciar sobre aquilo. Ou seja, estivemos a ver um programinha de cariz social cor-de-rosa. E eu a perder tempo a ver esta coisa sem interesse nenhum.

Receituário

Sons, imagens, ambientes com nome de gente.
Rufus Wainwright: Prima Donna Documentary Trailer
Rufus Wainwright | Vídeos de Música do MySpace

Rufus Wainwright vai estar na Aula Magna no dia 7 de Maio.
Os ingressos já estão à venda. Já não há muitos. Corram.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Quase acordado

Hoje tive um sonho estranho. Manuela Moura Guedes era proprietária da maior estação de televisão em Portugal. Rangel era primeiro-ministro. Medina Carreira Presidente da República e Mário Crespo seu chefe da Casa Civil. Felícia Cabrita tinha acabado de ser nomeada para presidente da ERC. E os debates televisivos eram frequentados por Santana Lopes, Paulo Portas e José António Saraiva. Paulo Mota Pinto era ministro da Justiça. Havia uma extremosa contenção de custos: os ministérios cortaram verbas para tudo o que não tivesse retorno financeiro. Por proposta do Presidente Carreira (sim, o regime tornou-se presidencialista, porque foi percebido que o puto Rangel não pescava nada daquilo), os artistas e intelectuais de actividade inútil foram convidados a encontrar outras actividades mais úteis à sociedade. O general Garcia Leandro estava como responsável máximo das Forças Armadas e tinha acabado de ameaçar ocupar o parlamento caso o assunto "mariquices" fosse abordado. Marcelo Rebelo de Sousa, Miguel Sousa Tavares, José Adelino Maltês e Luís Delgado andavam a queixar-se de uma asfixia qualquer, mas ninguém lhes ligava.
Não liguem. Foi só um pesadelo. Já acordei.

quarta-feira, 3 de março de 2010

Por qué no te callas?

A Comissão Parlamentar de Ética já recebeu Crespo, Felícia, Manuela Moura Guedes e mais uma ou outra ignota criatura. Já só falta chamar o Rei de Espanha. Manuela Moura Guedes bem fez por isso.

terça-feira, 2 de março de 2010

Eles andam aí, os bufos


Isto começa a ficar mesmo muito pouco sério. Agora andam aí uns meninos que deram em bufos delatores. Acham que estão no bom caminho. Provavelmente ao serviço de sua magestade.

Lei é lei?

Parece que a lei que permitia tratamento de excepção para a Madeira vai ser disfarçada. Haverá uma nova lei que esconde aquela até ver. Há quem não tenha percebido a "teimosia" de Teixeira dos Santos com a Lei das Finanças Regionais. Acontece que o que o ministro diz tem todo o sentido: Uma coisa é a Lei, outra é o apoio a uma situação de catrástofe. É evidente que a Madeira precisa de muito mais fundos do que os previstos na dita lei. A situação agora é de excepção. O acordo entre Sócrates e Jardim é justo. A não aplicação da lei não. Por favor não esqueçamos os arremessos de Jardim. O homem continua a insultar toda a gente que põe em causa o crescimento por ele imposto. É claro que a enxurrada não era controlável. Mas agora pode ser corrigida alguma coisa. Ou não?

segunda-feira, 1 de março de 2010

Sinais de Fogo? Fogo!


Gonçalo Amaral não me encomendou defesa, nem eu sou simpatizante da sua causa. Mas Miguel Sousa Tavares convidou-o para quê? Este Sinais de Fogo é um programa de opinião unipessoal. Do princípio ao fim. A entrevista não existe.

26 - Arquivo



Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Este folheto acompanhava uma exposição concebida por Maria João Brilhante, produzida e divulgada pela Direcção Geral das Artes, integrada no projecto Território Artes. Projecto dirigido por Paulo Carretas, coordenado por Marcelo Gouveia com o apoio de Ana Almeida. A exposição foi reproduzida e colocada em várias pontos do País, com o apio das autarquias locais. Nós, na DDLX, tratámos da imagem.

O QUE É O TEATRO?
Edição: Direcção Geral das Artes
Autora: Maria João Brilhante

Coordenação: Paulo Carretas | Marcelo Gouveia
Produto: Exposição | Folheto
Software: Adobe InDesign.
Fontes tipográficas: Emigre Fonts | Feliciano Type Foundry
.
Colaboração | Paginação: Tânia Reis. www.ddlx.pt
Pré-impressão e impressão: Textype | Fernandes e Terceiro
Lisboa. 2008.

Catálogo para uma exposição do escultor Carlos Dutra, na galeria da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José Graça, na Horta, nos Açores.

SOUVENIR
Autor: Carlos Dutra
Edição: Museu da Horta | Governo dos Açores... Ver mais
Coordenação: Paulo Carretas | Marcelo Gouveia
Produto: Catálogo
Software: Adobe InDesign.
Fontes tipográficas: Emigre Fonts | Feliciano Type Foundry.
Impressão: Corlito - Artes gráficas
Açores. 2008.
+