segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Quem não tem cão caça com gato

Chavéz não veio, mas veio Shakira. Eis uma boa notícia explorada até ao ridículo. A cantora pop alerta para os problemas das crianças latino-americanas em discurso de miss recém eleita. À sua volta, uma chusma de babados basbaques agradece a visita e aprecia as palavras. São os tempos, lá está.

Curiosidade intelectual


A Esposa do rei de Espanha visitou, acompanhada de todas as outras esposas, a Casa das Histórias Paula Rego. E que tal? Não deu para ver tudo, responde. Mas já conhecia Paula Rego? Já me tinham falado dela.

No Verão de 2007 fui a Madrid, ao Museu Rainha Sofia, para visitar a exposição anunciada com pompa: "Retrospectiva de Paula Rego". Pelos vistos, quem dá o nome ao convento não sabe o que lá vai dentro.

Do feminino

A esposa de Cavaco Silva elegeu a sensibilidade feminina para a resolução de conflitos. Disse-o quando passeava com outras esposas. E com o à-vontade de quem diz uma grande coisa. Uma das esposas esclareceu que as preocupações abordadas não foram além de coisas de senhoras. Com estas senhoras não vão os nossos mais altos representantes longe. Quem disse que atrás de um grande homem há sempre uma grande mulher? Ou será que andam por ali homens que não são assim tão grandes?

Cimeira

Lisboa recebe a Cimeira Ibero-americana. Dois dos mais manhosos dirigentes não puseram cá os presuntos. A imprensa decretou logo fracasso. Em era de espectáculo, se não há palhaços não há circo. São os tempos que vivemos.

A sério

O que a Fátima se diverte com isto tudo. E eu com ela.

sábado, 28 de novembro de 2009

O costume


Portugal à beira da irrelevância e do desaparecimento?
José Simões explica, no Der Terrorist.
Bom fim-de-semana.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Refeitório

Rapazes maus


Afinal não dá para ir com a criatura a lado nenhum. Ainda alguns diziam que era de política que se falava quando se falava de Mário Machado. Processos com enleios políticos já temos suficientes. Este é mesmo de marginalidade pura. Daquela que praticam os maiores bandidos.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Amor a Cristo, mas com limites

Faces

Sofia Loureiro dos Santos retirou a venda da face da Lei. E descobriu um olhar assustador. Aqui.

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

3 - Arquivo


Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Trabalho desenvolvido, na DDLX, para o Museu Nacional do Azulejo.
Catálogo para exposição sobre azulejos portugueses, realizada em Madrid, em Novembro e Dezembro de 2007.

Tapices cerámicos de Portugal
Edição | Cliente:
Museu Nacional do Azulejo
Produto: Catálogo para exposição na Real Fabrica de Tápices, Madrid.
Software: Adobe InDesign.
Fontes tipográficas: Emigre.
Colaboração | Paginação: Eva Monteiro.
Impressão: Euroscanner.
Madrid. 2007.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

6 anos


O B.O. faz hoje seis anos.
Assinalo a data.
As comemorações acontecem todos os dias.
É uma festa.

Olha, uma agenda

2 - Arquivo


Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Este trabalho é desenvolvido mensalmente na DDLX.
Destina-se a divulgar as actividades da Fundação.

Fundação Calouste Gulbenkian | Newsletter
Edição | Cliente:
Fundação Calouste Gulbenkian.
Produto: Newsletter.
Software: Adobe Photoshop | Adobe InDesign.
Fontes tipográficas: Emigre.
Colaboração | Paginação: Eva Monteiro.
Impressão: Euroscanner.
Publicação mensal. Lisboa.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Criaturas sem criadores

João Gonçalves no Portugal dos Pequeninos.

1 - Arquivo



Trabalhos concebidos entre 1985 e 2009. Direcção de imagem da minha responsabilidade.
Começo pelo fim. Este é um dos mais recentes trabalhos desenvolvidos na DDLX. Destinou-se a promover e a registar em publicação específica a exposição que esteve patente no Museu de arte Antiga durante o Verão.

Encompassing the Globe. Portugal e o Mundo nos Séculos XVI e XVII
Edição |
Cliente: Museu Nacional de Arte Antiga.
Materiais: Cartaz, Mupis, flyers, catálogo, outdors e outros painéis promocionais.
Software: Adobe Photoshop | Adobe InDesign.
Fontes tipográficas: Mário Feliciano | Emigre.
Colaboração | Paginação: Eva Monteiro.
Impressão: APS | CORLITO.
Julho | 2009 | Lisboa

domingo, 22 de novembro de 2009

Deambulatório

As «escutas» já chegaram ao Luís Figo em manchete no Correio da Manhã. O ambiente está propício às mais desbragadas aventuras noticiosas, ao boato sob a forma de «notícia». A bagunça vai tão alta que Vasco Pulido Valente, no Público de hoje, já escreve que «não é legítimo, nem recomendável arriscar nessa querela (tentar remover Sócrates de cena) a própria integridade do regime.» Acompanha-o José Pacheco Pereira, ontem na Sábado: «ou se penaliza os jornalistas e o jornal por essa violação (do segredo de justiça) ou qualquer protesto é vão». Em Portugal, uma parte da oposição ao Governo, ao PS e a José Sócrates abandonou definitivamente o território da política, onde se sente pouco à vontade porque deixaram de pensar. Age como o Hammas: atiram bombas para cima da população indefesa. Mas com uma diferença significativa: aqui, atiram as bombas de longe cientes da impunidade que a lei e a Justiça lhes oferece; lá, na Palestina, quem transporta a bomba também morre.
Tomás Vasques. A Regra do Jogo

sábado, 21 de novembro de 2009

O carisma dos famosos


Herman Van Rompuy é agora presidente permanente do Conselho Europeu, e Catherine Ashton Alta Representante para a Política Externa. Parece que o grande problema é não serem famosos nem frequentadores das passadeiras internacionais. Como se para ocupar um lugar de grande importância fosse necessário ser importante desde pequenino. Se calhar era melhor terem telefonado para Paris Hilton e para o namorado dela. São famosos, simpáticos se for preciso, e não levantariam grandes ondas. Para a próxima pensem nisso.

Justiça popular

O Procurador Monteiro assegura que as escutas a Sócrates não têm relevância e não colocam em causa a idoneidade do primeiro-ministro. No Jornal 2, um jurista interrogado sobre o assunto, diz que o "povo português devia ter acesso às escutas". Como se fosse essa a única maneira de acabar com as suspeitas. Há quem esteja sempre disponível para instigar a justiça popular. Como se fosse uma solução.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Refeitório

Uma carga de trabalhos


Foi-me proposto um projecto que me obriga a organizar o trabalho que tenho desenvolvido, como designer e director de arte, ao longo dos últimos vinte e tal anos. É muito tempo e é muita tralha para alinhar. Resolvi, enquanto vou vasculhando, partilhar algumas das escolhas que podem ser mostradas sem incomodar o olhar exigente dos meus pacientes.
Não há aqui intenções antológicas e a cronologia não foi preocupação. Não existe outra ordem que não seja a que me ocorrer.
Todos os trabalhos envolveram muita gente. Se houver aí alguém que queira mandar umas dicas, faça favor: no B'O por correio electrónico. No facebook em directo e ao vivo.
A mostra começa na próxima segunda-feira.
Espero não incomodar.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Só cá faltava este


De referendo em referendo até à balbúrdia total.

O rasto de Avelino


Avelino Ferreira Torres apodou com o seu próprio nome várias ruas e avenidas do Concelho que dirigiu durante anos. Há uma tendência, nestes políticos que têm da política uma visão que não ultrapassa o seu próprio umbigo, para a gestão caseira da coisa pública. Gostam de gostar deles próprios e atribuem esse amor à vontade dos munícipes, que imaginam eternamente agradecidos pelos feitos heróicos dos seus autarcas. Acontece que, em Marco de Canavezes, o esforço do valoroso edil foi pouco reconhecido e o homem teve que desandar dali para fora. Agora, o actual presidente da Câmara começou a limpar aquilo. O estádio municipal vai deixar cair o nome do ex-presidente. Mas ainda há muita artéria conspurcada com o nome da criatura. Esta gente deixa rasto. Mete nojo.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Tradição

Não vi o programa Prós e Contras de ontem, na RTP 1.
E, pelo que me contam, aqui e aqui, ainda bem.

Receituário



segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Hoje é dia do Snob


É hoje que o Snob comemora a sua longa existência. Quarenta e cinco anos de simpatia e saber receber. Logo, ao fim da tarde, assim que os afazeres do dia mo permitirem, rumo à Rua do Século para dar um abraço ao senhor Albino. O bife peço depois.

domingo, 15 de novembro de 2009

Snob há 45 anos


Não sou cliente desde a primeira hora. Não é suposto frequentarmos um sítio assim no período da primeira instrução. Mas já nem me lembro há quanto tempo vou ao bar da Rua do Século. Convivi por lá com amigos de várias actividades e até de outras geografias. Assisti a discussões que se integraram na história da cidade e do País. Vai não vai volto lá. O Albino é um amigo que estimo e a quem gabo a paciência. O Snob faz amanhã 45 anos. É claro que vou lá dar um abraço ao senhor Albino e comer um bife à Snob, mesmo sem a Dona Maria na cozinha, que goza a merecida reforma, mas merece ser recordada.
Vai ser uma noite agradável. Como todas as que por lá passei.

sábado, 14 de novembro de 2009

Marcas e patentes

Sócrates diz que tudo isto "já passa das marcas". De facto, de dia para dia acentua-se este permanente clima de suspeita. Os profissionais da Justiça parecem baratas tontas em volta de algo que parece não ter solução. A comunicação social parece não querer outra coisa. Existe uma nova marca de sucesso em Portugal. Foi registada com o nome Justiça em Reboliço. Diz que tem futuro.

Grande arte

Joe Berardo diz que há petróleo em Portugal. Impossível não comparar com o "Há petróleo no Beato" de Raúl Solnado. Mas isso era comédia. E Solnado foi um comediante de gabarito. Não parece ser o caso de Berardo. Ou será que, inspirado pelos artistas da mostra de Belém, resolveu brindar-nos com uma intervenção sua? Se é performance tem a sua graça. Se for outra coisa qualquer, não.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Refeitório

Para lá de Marraquexe

F-World: Mesmo a milhas desta enxovia, há quem já tenha topado tudo. Aceno amigo e aplauso, daqui da terra de todas as escutas e processos. E saudades, claro está.

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Levante-se o réu


O País parece uma sala de tribunal. Todas as notícias falam de arguidos, réus, processos, certidões, telefonemas e escutas, e declarações e comentários de especialistas em casos de esquadra.
Isto cansa. Apetece sair daqui para fora.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Más escolhas


Sobre a abertura em matéria de casamento, alguns deputados do PS deverão seguir as orientações do PSD. Aguardam ordens. Lamentável.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Circo Face Oculta


O processo Face Oculta foi apontado como exemplar durante algum tempo. Os comentadores do costume elogiaram a competência. Como não há bem que sempre dure, o famoso imbróglio voltou à normalidade. O diz que disse já está na arena e faz correr tinta. Já cá faltava esta festiva realidade. Festiva e triste, como o circo.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

20 anos sem muro


Vinte anos de direitos iguais e de amplas liberdades democráticas.

Em pé de guerra


Quando um doido varrido domina um país, tudo pode acontecer.

sábado, 7 de novembro de 2009

Conta-me


A excelente série "Conta-me como foi" ocupa agora o serão de sábado. Os tempos da nossa infãncia - eu pertenço à geração do pequeno Carlitos e dos outros dois putos -, são ali tratados com graça e emoção. Quanto a rigor... há coisas que não jogam. Se se fala do padre Fanhais o tempo todo, qual a razão de se acabar com o "Vejam bem" de José Afonso, mostrando fotografias do recalcitrante padre? Fanhais tem discos gravados. As canções são conhecidas. Tornou manifestos poemas de Sofia. Era fácil fazer aquilo sem erros. Não percebo.
Mantenho-me incorrigível fanático da série televisiva, apesar destes atropelos. Eu era lá capaz de perder um desempenho da minha amiga Rita Blanco, que acompanho desde a primeira hora - "Jogos de Praia", na Galeria Monumental - ou de Miguel Guilherme?
Dois grandessíssimos actores.
Não percam este "Conta-me como foi".
Quem vos avisa...

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Refeitório

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

Direitos e conquistas


Chamar retrocesso a um avanço evidente... só nestas cabecinhas.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Todos os referendos

A propósito dos novos propósitos da direita serôdia e beata, apetece propôr um programa para a festa dos referendos. Que tal fazer-se uma consulta para que o povo se pronuncie sobre a educação sexual nas escolas? E sobre as manifestações visíveis de afecto? (já ouvi quem censurasse um entusiasmado beijo na via pública). Também o uso de certos decotes mereciam a atenção do eleitorado. Perturbam, ou não? E há ainda esta moda dos calções curtos que muito afecta o desempenho de certas profissões, especialmente taxistas e outros condutores profissionais. E o perigo que representa para a saúde pública o uso de saltos excessivamente altos? Já assisti a espalhafatosos trambolhões. E os brincos nas orelhas, no nariz, na sobrancelha e...
E a caça? E as touradas? E o abandono de animais? E os nós das gravatas?
E já agora: não deveriamos dizer qualquer coisa sobre o impedimento dos padres ao natural convívio sexual? Não? É lá com eles? Não se passa a mesmíssima coisa com quem quer e com quem não quer casar? Todos temos que decidir porquê? O que é que temos a ver com a vida dos outros e com o que que cada um quer fazer da sua vida?
Referendar é preciso. Não percam a pedalada.

Nunca perceberão


As opiniões dos defensores do referendo ficam com eles. Sabemos que a direita sempre tentou controlar os comportamentos dos outros já que entre eles tudo fica em segredo. Os amigos divertem-se e protegem-se. É a alegre existência de quem opta por reprimir às claras o que satisfaz às escondidas. Agora vêm com o "terror" da adopção para inibir a relação. Nunca perceberão que o terror é o que eles defendem.
Imagem Sebastião Salgado

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Claude Levi-Strauss


Tinha 100 anos e obra que nunca mais acaba.
É gente como Claude Levi-Strauss que dignifica a vida dos homens.
Viveu muito e agora morreu. E pensou nisso tudo.

A posse


António Costa e os seus colegas de vereação tomam hoje posse.
É às 17 horas no Salão Nobre da Câmara Municipal.
Boa sorte.

Receituário


O lançamento é hoje na FNAC/Chiado. O Nuno escreveu este apelo na sua página do Facebook. Logo vou até lá.
Esta é uma imagem de "A Tribo dos Sonhos Cruzados", o terceiro álbum da série Filipe Seems, que eu e o António Jorge Gonçalves criámos e que se estreou à maneira clássica da BD, em continuação, no Jornal SE7E, em 1992. Agora a ASA lança uma edição especial numa caixa que inclui os três álbuns da série, o DVD do espectáculo Conspiração e um desenho original. O lançamento é hoje, terça 3, pelas 18h30 na Fnac Chiado. Estão todos convidados.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Receituário


Clique na imagem para ampliar.

domingo, 1 de novembro de 2009

As escolhas de Marcelo


Pedro Passos Coelho apresentou-se como possibilidade dentro do partido e como alternativa no País. Os barões estremeceram. Afinal o jovem não reúne grandes entusiasmos. Surge então grande animação à volta do professor Marcelo. Acontece que o mediático e ilustrado comentador tem agenda própria. Nâo é dado a grandes sacrifícios. E não é um partido em estilhaços que o comove. Componham as coisas que ele logo aparece. Assim, aos empurrões, não.

António Sérgio


Não foi só uma voz que agora se calou. António sérgio deu-nos a ouvir a música que marcava diferenças. Uma grande vida que termina.
A Vida agradece.
+