quinta-feira, 30 de março de 2017

FATALIDADES | Ainda ousei dizer umas merdas sobre a merda do busto. Mas retirei o comentário. É tudo tão triste. Tão pindérico e miserável. Desisto.
facebook

quarta-feira, 29 de março de 2017

DESIGN DE COMUNICAÇÃO | Grandes grafismos.
facebook
Carlos Vaz Marques no facebook
Preferia Aeroporto Herberto Helder.
(Assim, a cada chegada ao Funchal, poderia dizer baixinho para mim próprio que não era eu que aterrava, mas que "voava para mim aquela cidade do mapa".)
facebook

terça-feira, 28 de março de 2017

DENÚNCIA | AGRESSÃO A PROFESSOR EM SETÚBAL | Isto tem de ser amplamente denunciado. As pessoas não podem estar expostas a agressores violentos e sem princípios. 
Denúncia da professora Paula Pinheiro, no facebook:

Ontem, na hora do almoço, um colega da EB1JI da Bela Vista foi brutalmente agredido pelo pai de uma aluna.
Os motivos? Certamente derivados da intervenção do professor, momentos antes, para separar a filha dele, de outra menina, numa briga. 
Setúbal!!! Alô?!!!
Professores da cidade! Alô!!!!
Onde estamos? Onde queremos ficar?
Alguma coisa errada está a acontecer com os professores, com os seus sindicatos.
Uma classe profissional digna e nenhuma sala de aula hoje abriria portas. 
A escalada de agressão junto dos docentes cresce. Há uma guerra cada vez menos surda contra quem ensina.
Às agressões e aos abusos, se cada um de nós não põe os pés à parede, as direcções das escolas respondem com silêncio e procuram silenciar.
O estado em que actualmente nos encontramos é catastrófico.
Para os pais não chatearem, para a hierarquia não chatear, para os alunos não chatearem, os alunos não aprendem, não são responsabilizados por nada, não produzem... e crescem a acreditar que as regras do jogo são estas... e chegam à idade adulta num estado de um deplorável analfabetismo certificado. 
BASTA! 
(a maior solidariedade com o colega agredido, qualquer que seja o enquadramento da agressão)
facebook

domingo, 26 de março de 2017

Helena Mesquita Ribeiro tomou posse no actual Governo em Novembro de 2015
NÃO-NOTÍCIA? | É a grande notícia de primeira página do Público. Confesso que ía passar ao lado de tão absurda atitude da mencionada juíza. Mas, se nos debruçarmos sobre o assunto, encontramos aqui alguma relevância. Se uma pessoa que decide sobre a vida de outras revela estes comportamentos mesquinhos, que segurança transmite uma cabecinha destas a quem fica sujeito às suas decisões? Será razoável esta defesa da corporação assente em capricho infantil? Será carácter? É ideológico? Será luta contra um governo que não apoia? O que será isto?
Fonte Público
facebook
O PARVALHÃO HOLANDÊS | Quem muito bebe muito mija. 
Às vezes fora do penico.
Esta opinião desenhada é do André Carrilho, no DN.

facebook

sábado, 25 de março de 2017

HONRAS DE ESTADO | A mais saliente líder da extrema-direita europeia é figura grada no Kremlin. Putin bem se esforça para destruir tudo o que não é do seu agrado. Anda radiante com o belo serviço que se propôs fazer. Espalha favores e apoios por todo o lado. Os apoiados agradecem e aplaudem. São os filhos de putin.
Fonte Público
facebook

sexta-feira, 24 de março de 2017



RECEITUÁRIO | Amanhã Tom Jobim vai estar na Casa da Avenida. Quer-se dizer: não é o homem em carne e osso. Isso parece que já não é possível. Mas vai estar lá. De que maneira só vendo. E ouvindo. 

Até amanhã.

TOM MAIOR & MENOR
Casa d'Avenida | Setúbal
Sábado. 18 horas

facebook

quinta-feira, 23 de março de 2017

SEM REGRAS | Combater o Daesh no terreno e declarar vitória não anulará este perigo. O problema é este e é mesmo um grande problema. Tudo pode acontecer a qualquer momento. Estes criminosos estão aparentemente integrados e parecem farinha do nosso saco. Não são. Querem anular-nos. São delinquentes sem regras. E assim, sem regras, têm todas as condições para vencer. 
facebook

quarta-feira, 22 de março de 2017

OS IDIOTASConhecemos o espécime de há muito e de muitas conversas parvas. Este acrescento alarve e sexista é que parece ser coisa nova no palavreado do imbecil. Nada a acrescentar. Palavras para quê?! É o idiota holandês!
Fonte DN
facebook

segunda-feira, 20 de março de 2017

OS FASCISTAS | O que Jaime Nogueira Pinto diz é um vómito. O que estes energúmenos do PNR defendem é crime. O que esta gentalha quer não se discute. Combate-se. Tudo isto é lamentável. Dar troco a esta gente é lamentável. É passar ao lado ou mandá-los à merda. A malta da Nova preferiu a segunda hipótese. Força nisso.
Fonte Expresso
facebook

sexta-feira, 17 de março de 2017

OS TIRANOS | A gente pensava que estas atitudes já não voltariam mais. O cosmopolitismo, a solidariedade e a sã convivência pareciam ter abolido estas manias hegemónicas. Mas não. Cada vez sai mais gente desta lá dos buracos onde se alojam para se esconderem da contemporaneidade. Este energúmeno junta-se aos seus colegas de leste e ao outro energúmeno que aterrou na Casa Branca, e apela à destruição das nossas vidas tal como as concebemos. Querem anular todos os que não são como eles. São os eleitos de deuses caducos e com mau-humor. São os tiranos dos nossos dias em fúria.
Fonte DN
facebook

quinta-feira, 16 de março de 2017

A CANDIDATA | Passos escolheu uma candidata e pêras para Lisboa. Será que Vale e Azevedo vai ser o director de campanha? A experiência do advogado de sucesso poderia ser um valor a acrescentar à prestação do PPD/PSD. Era fixe. Parabéns à prima.
Fonte DN
facebook
JORGE NESBITT | Abre hoje, na Galeria João Esteves de Oliveira.
“A exposição mostra um soberbo conjunto de naturezas mortas, linogravuras impressas em [médio e grande formato. A flexibilidade do linóleo permite escavar, recortar, separar e compor a imagem gráfica como se de um puzzle se tratasse. Jorge Nesbitt recorta as formas do desenho na matriz que, extraídas, são tintadas separadamente destacando-se do fundo preto em que o desenho é cavado. A cor marca o ritmo de uma leitura que interrompe a fluência do desenho inscrito no fundo negro. 
Jorge Nesbitt retoma aqui a tradição das naturezas mortas holandesas do século XVII mas é uma retoma com um twist : a grelha que usa para filtrar estas pinturas vem de esquemas decorativos do tipo dos da folk art americana dos Amish.”
[Adaptado de texto da autoria de Francisca Carvalho]
Jorge Nesbitt vai estar na Festa da Ilustração - Setúbal, no próximo mês de junho.

facebook
PARA PIOR JÁ BASTA ASSIM | Na Holanda as coisas não correram assim tão mal. Mas também não correram bem. A perigosa direita extremista ficou aquém do resultado que pretendia, mas a esquerda não ficou em bons lençóis. Vira o disco e toca o mesmo. Mas agora têm que afinar o realejo. A esquerda europeia tem que afinar a orquestra. A Europa desfaz-se com tanta aventura populista. Sim, o populismo existe, senhores Nogueira Pinto e Rentes de Carvalho. E não são os senhores que vão provar o contrário ou, ao invés disso, torná-lo encantador. Usando uma expressão que lhes será grata: não têm categoria para isso.
facebook

quarta-feira, 15 de março de 2017

PRIORIDADES | Estou completamente de acordo com Assunção Cristas. Mas por que carga de água iam os ministros reunir para discutir problemas dos bancos? Isso é problema dos banqueiros. Os ministros têm mais que fazer. E o tempo não dá para tudo. Imaginem que há um programa de variedades com um Tony Carreira no dia da reunião de ministros. Ou um ministro vai para férias, vá. Vão as criaturas perder tempo com bancos e finanças e mais não sei o quê? Para o diabo que os carregue, os bancos.
facebook

terça-feira, 14 de março de 2017


ATITUDES RENTES | Rentes de Carvalho não gosta de balbúrdias. Rejeitou o 25 de Abril e agora rejeita essa gente que vem lá de não sei de onde para perturbar o povo que vota na extrema-direita holandesa. Ele, Rentes, é de extrema-direita e espera que agora a coisa se componha. Cada um no seu canto. Querem fugir da guerra? Escolham outros. Atitudes rentes.
facebook

segunda-feira, 13 de março de 2017

As revelações de Sampaio: “Fartei-me do Santana como PM, estava a deixar o país à deriva

A DERIVA DE SANTANA | E estávamos a ver que era o último a perceber isso. Mas pronto, fartou-se a tempo. Foram só quatro meses de deriva.
Fonte Expresso
facebook
MENINOS DE CILINDRADA ALTA | O que Cristiano Ronaldo faz ou deixa de fazer resvala na minha indiferença. É bom na bola? Excelente. Nunca fui em futebóis. Nunca imaginei o futebol para além de uma disputa saudável entre pessoas que o praticam assistidas por pessoas que o apreciam. Nada tenho contra futebolistas nem apoiantes do futebol. Acho até engraçadas as conversas sobre futebol entre pessoas inteligentes que têm vida para além de assistirem aos jogos. E nada tenho a ver com a vida dos outros, logo até deveria estar calado e não me meter nisto. Mas confesso que me incomoda esta maneira de o grande Ronaldo ter filhos. Encomenda-os, como se fossem um iate de luxo. Paga e manda vir. Parece que vai bater uma para um frasquinho e depois manda o seu precioso esperma para os laboratórios tratarem do assunto. O homem tem namoradas mas são para as minudências. Mãe ali não entra. Para ter filhos é preciso escolher bem. Encomendar como se fosse um Bentley. Acho isto tudo completamente irreal. No mínimo, que é para ser simpático com o melhor jogador da bola. Porque o que eu acho mesmo é que ele não bate bem da dita.
facebook

ESCUTAS, AMEAÇAS E A TORRE DO TRUMP | Pois, claro. Tem de haver quem tenha vergonha ali para aquelas bandas. A perigosa figura de opereta lança as atoardas. As atoardas esbarram sempre em quem ainda tem vergonha na cara. É que estas coisas praticadas por um cretino qualquer torna a coisa perigosa. Ora, aqui não falamos de um cretino qualquer. É um cretino que é presidente de um país muito grande. É perigoso.
Fonte Expresso
facebook

domingo, 12 de março de 2017

A VIDA É BELA | Cristas diz que não há responsabilidade política no caso das offshores. Afinal Paulo Núncio escusava de ter feito aquela figura de idiota útil. Foi inútil. E Passos diz que governos não são tidos nem achados nas transferências. Percebe-se assim a razão de Núncio ter feito pareceres e facilitado negócios como se não houvesse amanhã. Ainda não estava no governo, ou os favores só aconteceram depois de ter assumido responsabilidades políticas? Segue-se o esquecimento que tanto convém. Passos Coelho sabe bem do que fala. É sempre assim que actuam os ex-governantes a quem tanto devemos. 
O que nós lhes devemos... Nunca lhes conseguiremos pagar.
Enfim, tudo vai bem, quando acaba em bem. Bom domingo.

facebook

sábado, 11 de março de 2017




sexta-feira, 10 de março de 2017

HOWARD HODGKIN | Morreu um senhor que tratava as cores por tu. E as cores vão ficar por cá, para testemunharem essa intensa relação. Era um dos meus pintores. Muito obrigado, senhor Hodgkin. 
facebook


HOWARD HODGKIN | Homenagem.
facebook

quinta-feira, 9 de março de 2017

DIA NACIONAL DO MARCELO | Só se desilude quem estava iludido. Só se ilude quem estava mesmo muito desiludido. Isto era para ser mesmo assim desde o princípio. Nós por cá todos bem. 
facebook

quarta-feira, 8 de março de 2017

MULHERES | Um bom dia para todas.
facebook

terça-feira, 7 de março de 2017

O FASCISTA DE SERVIÇO | O fascista Jaime Nogueira Pinto não foi à Nova botar faladura? Oh, que pena! Com tanta coisa interessante que ele tem para dizer. Estou muito preocupado com estes limites impostos a quem, se pudesse, impediria a democracia de existir. Muito preocupado mesmo.
facebook

segunda-feira, 6 de março de 2017

SEM QUALIDADES | As enormidades proferidas por este sabujo não têm limites. Há aqui um problema que não é só de estilo. É de carácter e de inabilidade política. Tudo misturado resulta numa salada russa mal amanhada. Amarga, mesmo.
Fonte Expresso
ALLONS ENFANTS DE LA PATRIE | Em França está instalada a democracia do mal menor. Candidatos de esquerda sem hipóteses. A disputa entre direitinhas vai ser participada pelo eleitorado de esquerda. Desejo que a direita se lixe. Sempre. Esta sujeição da esquerda ao mal menor é irritante. Mas ver madame Le Pen pelas costas traz-nos algum contentamento.
facebook

domingo, 5 de março de 2017


OS MISTÉRIOS DE SANTA ZITA E OUTRAS FEZADAS | Teodora é economista há muito, muito tempo, e fala em milagres que avaliam resultados económicos. A senhora enveredou pela vida religiosa. A Economia é uma religião. Oremos. 
Cristas acredita na palavra de deus e encomendava ao senhor ajuda para a governação. Todos sabemos que a fé move montanhas. Já a chuva parece que ouve outras solicitações. Mas o que importa é acreditar.
Cavaco também aludiu a uma santidade qualquer para justificar um atropelo ultrapassado. Palavra do senhor.
Zita Seabra teve uma imensa fezada nas premissas de Lenin, mas parece que andou enganada. Afinal, a ficção criada em volta de Fátima no início do século XX, pretendia exactamente excluir a fé que Zita abraçou. Tanto tempo enganada deve ter-lhe causado arrelias profundas. Mas, pronto: viu a luz e entrou no bom caminho. Aleluia.
Ainda bem que esta gente tem tanta fé e acredita na salvação pela oração. Que deus os proteja... E os mantenha lá longe. Muito longe.

facebook

sábado, 4 de março de 2017


DA ESTRANHEZA | A exposição de Bernardo Sousa Santos abriu ontem e vai estar na Galeria da Casa Da Cultura | Setúbal até ao fim de março. A abertura foi um excelente motivo para conversarmos com o autor e com os amigos que apareceram. A estranheza tornou-se familiar. O folheto que apresenta a ideia foi oferecido aos convivas e fica para memória futura — pretende-se que seja o objecto que regista o conceito apresentado para as exposições. Coleccionável, portanto. Muito obrigado ao Bernardo e a todos os que apareceram. Obrigado ao Alexandre Gomes — GIF. IT — pela impressão do folheto. Obrigado também ao Fernando Pinho por estas fotografias que registaram o convívio inaugural. 
facebook

sexta-feira, 3 de março de 2017

VALE DA ESTRANHEZA | A exposição de Bernardo Sousa Santos, na Casa Da Cultura | Setúbal, está instalada. A abertura é hoje às dez horas da noite. Imagens que se estranham, mas que se entranham. Beleza inquietante, ou inquieta estranheza? Apareçam por cá. Temos muito que conversar. Até logo.
facebook

quinta-feira, 2 de março de 2017

UM CRETINO É UM CRETINO | E um imbecil, deve ganhar menos ou deve haver compaixão? Bem, seja lá como for, deputado europeu é que não deve ser com certeza. O que faz um imbecil no Parlamento Europeu? Para que queremos nós um idiota a opinar e a legislar? O regresso à Polónia é a única medida razoável. 
Fonte DN
facebook


A SALVAÇÃO É INDIVIDUAL? | Não me incomoda que o Braga dos fados diga o que diz, que a conselheira de Trump se ponha de joelhos na Sala Oval, que o ministro da cultura vá aos programas de variedades do Carreira, que a Cristas seja parola a olho, que o Passos e o Trump pintem o cabelo para ficarem ainda mais giros, que o Toy e o Marco Paulo cantem sem ser no banho, que o Núncio anuncie a sua cândida ingenuidade, que a Vasconcelos ande a encher o mundo de mamarrachos. Tudo tem direito a existir e cabemos cá todos. Mas, muito sinceramente, eu só lamento dar por estas existências. Cansam. Devia haver uma maneira de as colocar fora de alcance. Mas não dá. A salvação não é individual. Não pode ser. Portanto: fechar os olhos? Ficar calado? Antes o poço da morte que tal sorte. Porrada neles. E pronto, era isto.
facebook

quarta-feira, 1 de março de 2017

AH, FADISTA | Anda por aí uma indignação do caneco por causa de uma alarvidade que o fadista João Braga bolsou no facebook. Braga limitou-se a expressar-se como o labrego que sempre foi. Mas o que esperavam de um fadista ultra-reaccionário: monárquico, xenófobo, racista, religioso intolerante, praticamente fascista, um pouquinho imbecil e completamente ignorante? Declarações inteligentes? Provavelmente estamos a permitir que o homem tenha o seu momento de glória. Deixemo-lo chafurdar no lamaçal da sua indignação xenófoba e sexista. Vozes de burro não chegam a lado nenhum. facebook

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

VALE DA ESTRANHEZA | Próxima exposição na Casa Da Cultura | Setúbal. Abre dia 3, sexta-feira, às 22 horas. E vai estar ali disposta durante todo o mês de março. Apareçam e diivirtam-se. 
Bernardo Sousa Santos (b.1989, Beja).
Vive e trabalha no Porto, licenciou-se em Fotografia e Cultura Visual no IADE, completou ainda o mestrado em Práticas Artísticas Contemporâneas (MPAC) na FBAUP. O seu trabalho intervém maioritariamente no campo expandido da fotografia. Entre as últimas exposições destacam-se Sen-tido(s)/ Direction(s) (2014) e (Des) Hemisférios (2015). Recentemente foi ainda assistente de produção em Pictures and Cream na galeria Cristina Guerra. É um dos sócios fundadores da SOM-BRA Cineclube FBAUP e do colectivo de ilustração e design gráfico Gunardo.

facebook
OS VENCEDORES SOMOS NÓS | É hoje que vai dar o Festival dos óscares? Perdão, da canção? Mas... O filme que está no pelotão da frente para atingir o óscar não é tirado de um festival de canções? Ah, pois é, são coisas diferentes. É que parece tudo farinha do mesmo saco. Bem, agora a sério. Não tenciono assistir à entrega dos bonecos americanos, nem me passa pela cabeça perder tempo a ouvir cançonetas da treta. Apesar de nada ter contra o cinema americano, é claro. Olha, arrasem lá a merda do Trump. Divirtam-se. Eu acabei de sair do cinema. vi Toni Erdmann. Fita europeia. É este ar que eu respiro.
facebook

domingo, 26 de fevereiro de 2017

DESIGN DE COMUNICAÇÃO | Ilustração é opinião. Grande capa.
Fonte http://www.newyorker.com
APONTAMENTO HUMORÍSTICO | Cristas diz que Portugal deve muito a Núncio. Importa-se de dizer quanto? Ou é menos incontável do que os dez mil milhões? Veja lá, faça as contas. A gente depois vê o que se pode arranjar. Não queremos ficar com dívidas a perturbarem-nos a consciência.
Fonte RR
facebook
VERGONHAS | O Jornal de Angola entende que a Justiça deve ser controlada pelo poder político. O Jornal de Angola tem uma estranha definição de vergonha: a falta dela é deixar que a justiça funcione, pelos vistos. Esta crítica do Jornal de Angola é vergonhosa. Em Angola, o poder político calçou a mão de ferro. Não há palavras que definam as atitudes do governo angolano. 
Fonte
facebook

sábado, 25 de fevereiro de 2017



MUITO CÁ DE CASA | A gente põe-se a ouvir António Oliveira e Castro, e não nos apetece sair dali. Ontem foi assim, na Casa Da Cultura | Setúbal. As histórias sucedem-se. Histórias de vida que de tão intensas passam a criação literária. É isso que António faz nos livros. Passa para lá tudo o que viveu dando às suas histórias universalidade e rigor literário. Foi muito bom estar com ele e com toda a gente que apareceu — muita gente — em mais esta sessão Muito cá de casa. As melhoras para o nosso amigo Viriato Soromenho-Marques, que ficou em casa incomodado por um irritante vírus. Muito obrigado ao Luis Rebelo, pelo excelente repasto na sua Casa do Peixe. E muito obrigado ao Fernando Pinho que, como habitualmente registou a coisa em imagens. Vamos continuar.
facebook

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

FOI NUM DIA ASSIM, HÁ TRINTA ANOSHá trinta anos despedíamo-nos de José Afonso. O aniversário da morte de alguém com uma vida tão cheia deve ser assinalado. José Afonso marcou gerações. Era uma figura da cultura que abriu novos caminhos à cultura portuguesa. Combateu a mediocridade que hoje por aí floresce como erva daninha. Mas influenciou todos os músicos que hoje nos fazem virar os ouvidos para os novos sons. Foi percursor de sonoridades. Permitiu que tivéssemos orgulho na Música Portuguesa, porque criou uma nova maneira de fazer música. Era um esteta. Procurava a decência em tudo o que fazia. Convocou os melhores para com ele trabalharem. Os mais jovens. Os que estavam disponíveis para experimentar. Na música foi o que foi — genial. Mas também a imagem que envolvia o seu trabalho foi sua preocupação. As capas dos discos de José Afonso têm um lugar na história do design gráfico. José Santa-Bárbara, José Brandão, João de Azevedo e Alberto Lopes assinaram a direcção gráfica dos seus álbuns. Também aqui a inovação foi vontade. Para assinalar estes trinta anos sem Zeca, propus desenvolver uma exposição que aborde a estética visual na sua obra. Será a exposição de abril na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. A universalidade da obra de José Afonso será assim homenageada pela cidade onde viveu e onde deixou tantos amigos. Muito obrigado, Zeca.
facebook

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

OS SONHADORESAntónio Oliveira e Castro tem novo livro que vai ser apresentado na Casa Da Cultura | Setúbal, em mais uma sessão Muito cá de casa, na próxima sexta-feira, dia 24, às 22 horas. Este é o terceiro romance do autor. Viriato Soromenho-Marques leu o livro e agora vai dizer o que pensa. Para a contra-capa da edição escreveu nota que enquadra a coisa historicamente. Diz: “Nesta edição literária, de matéria consistente e flexibilidade formal notável, António Oliveira e Castro conduz o leitor numa acelerada, às vezes vertiginosa, viagem pela história portuguesa dos últimos dois séculos”. É, portanto, por uma obra carregada de histórias que viajamos quando caminhamos pela leitura desta história. O autor tem uma vida vivida que lhe proporciona contar estes episódios com o rigor e a naturalidade de quem conta uma história passada mesmo ali ao nosso lado. Convidados.

E TUDO O OFFSHOR LEVOU | Percebo. Os atentos e prestimosos zeladores das finanças públicas fazem tudo para apanhar quem se vê aflito para pagar os impostos. Os exemplos são mato. Conheço quem tenha levado com uma penhora no lombo por causa de um desacerto de 14 cêntimos. Mas caricaturas à parte, eu, que não posso viver sem pagar às zelosas finanças públicas, tenho razões de queixa que enchiam metros desta língua de texto. Mas os zelosos financiais funcionários fazem o que têm a fazer. Assim é que é. Paga quem não tem outro remédio. Quem pode manda-os zarpar, e zarpa com o carcanhol. Ah, pois. Queriam a demasia?

INFORMAÇÃO E PROPAGANDA | O homem quis dar nas vistas e lembrou-se desta. Não se percebe como vai ser feita a proposta. Como se aplica uma ideia tão brilhante? Como se regulamenta? Bem, sexo é sempre bom, digo eu, mas esta parece-me uma ideia do tipo não fode nem...
Fonte JN
+